2016/10/05

Yahoo espiou email de todos os utilizadores para a NSA e FBI


Como se o roubo de dados de mais de 500 milhões de utilizadores não fosse já suficiente mau, descobre-se agora que a Yahoo espiava secretamente os emails de todos os seus utilizadores, a pedido da NSA e FBI.

As empresas norte-americanas podem ser forçadas a dar informação sobre contas de email no caso de receberem as devidas ordens dos tribunais, mas este caso da Yahoo supera tudo o que se podia suspeitar e entra directamente para a secção que confirma as teorias da conspiração mais paranóicas. Em vez fornecer dados sobre contas específicas, a Yahoo foi ao ponto de criar uma ferramenta de espionagem própria - que foi mantida em segredo e que nem a sua própria equipa de segurança conhecia - e que basicamente permitia que a NSA e FBI recolhessem todos os emails que contivessem algumas das palavras chaves que eles bem entendessem.

Era exactamente o sonho de qualquer agência de espionagem (e ajudará a explicar aquela questão de como a Yahoo tinha emails supostamente apagados) mas que se vai tornar num verdadeiro pesadelo agora que veio a público. Aliás, o responsável pela área de segurança, que terá descoberto o programa algumas semanas depois de ter entrado em actividade, ficou aterrorizado ao pensar que era obra de hackers; mas terá ficado ainda pior ao descobrir que afinal era algo que tinha sido aprovado por Marissa Mayer e que ele nem sequer tinha sido consultado - tendo-se demitido e ido trabalhar para o Facebook.

Tanto a Google como a Microsoft já vieram dizer publicamente que não fazem este tipo de espionagem nem que aceitariam fazê-la; mas o que é certo é que a Yahoo se vai enterrando num buraco cada vez mais fundo, e do qual já parece não haver grande hipótese de sair.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]