2017/01/30

Câmaras CCTV em Washington DC estiveram inoperacionais devido a ransomware


Os riscos dos sistemas vulneráveis ligados à internet são bem conhecidos, e nem a rede de CCTV que vigia Washington DC escapa aos hackers, tendo ficado fora de serviço de 12 e 15 de Janeiro devido a ransomware.

Não é por acaso que as câmaras e sistemas de gravação sejam um dos alvos preferidos para hackers; já anteriormente ficou comprovado a falta de segurança destes sistemas, que permitiram criar uma das maiores botnets capaz de desencadear os desagradáveis ataques DDoS. Mas, como seria de esperar, se um sistema é vulnerável, as potencialidades não se limitam a serem usados para este tipo de ataques.

Neste caso, foram as próprias autoridades norte-americanas em Washington DC que descobriram isso da pior forma, ao verem 70% da sua rede de CCTV ficar inoperacional e infectada com ransomware. O ataque seria grave em qualquer altura, mas neste caso tornou-se ainda mais crítico por acontecer poucos dias antes da tomada de posse do novo presidente dos EUA (Donald Trump), altura em que as necessidades de vigilância obrigariam a cuidados redobrados.

Como seria de esperar, o caso foi resolvido em modo de emergência, e  em poucos dias foram reinstalados os sistemas afectados. A grande pergunta é se o problema que terá permitido este ataque e infecção foi corrigido... ou se se arriscam a ver o caso repetir-se nos próximos tempos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]