2017/01/06

Ecrãs OLED da LG e Sony actuam como colunas


Se acham um pouco ridículo que os fabricantes nos estejam a trazer TVs com poucos milímetros de espessura, mas que depois precisam de "caixotes" com colunas para funcionar, que tal se o próprio ecrã pudesse gerar o som, sem colunas?

Foi precisamente isto que a LG fez com um protótipo de um ecrã OLED "Crystal Sound", em que é o próprio ecrã que funciona como membrana que vibra e produz o som, dispensando as colunas tradicionais. Embora a qualidade sonora não esteja ao nível do que se pode obter com colunas dedicadas, tem a vantagem de permitir a sua utilização sem elas, e de também fazer com que o som venha directamente do ecrã e não de um ponto deslocado (abaixo ou ao lado) da imagem.

Também não precisam ficar tristes por a LG não nos dar uma data concreta para a chegada desta tecnologia ao mercado, pois a Sony (que está a usar os painéis OLED da LG) adiantou-se e já vai comercializar televisores com a tecnologia "Acoustic Surface", que basicamente consiste no mesmo: usar o próprio ecrã como coluna.

Claro que é pouco provável que quem compre um ecrã OLED 4K se limite a usar o som do próprio televisor (sendo quase certo que também terá investido um sistema de som "à altura" da imagem) - mas para situações em que seja importante ter um ecrã com o mínimo de extras possíveis, e onde seja necessário ter som... será uma opção a considerar.



Já agora, e regressando aos protótipos... também não seria mau se as nossas janelas fossem substituídas por ecrãs OLED transparentes, como o que a LG também demonstrou no CES. E sim, claro que também podiam aplicá-los nos para-brisas dos automóveis - afinal, se os carros até se vão conduzir a eles próprios, ficamos com tempo para ir vendo uns filmes ou séries até se chegar ao destino. :)

1 comentário:

  1. "E sim, claro que também podiam aplicá-los nos para-brisas dos automóveis - afinal, se os carros até se vão conduzir a eles próprios, ficamos com tempo para ir vendo uns filmes ou séries até se chegar ao destino. :)"

    O futuro é assustador haha

    ResponderEliminar

[pub]