2017/02/25

Criador do smartphone indiano de €3 foi preso por fraude


Mais uma vez se comprova que quando as coisas parecem boas demais para serem verdade... quase sempre o são: e o smartphone de 3.29 euros que nunca se veio a concretizar não é excepção.

Há um ano atrás era anunciado na Índia o Freedom 251, um smartphone que era modesto mas se destacava por custa apenas 251 rupias - o equivalente a 3.29 euros na altura. Era uma promessa bastante ambiciosa, ainda para mais tendo em conta que se trataria do preço sem qualquer subsídio das operadoras. O problema é que tudo parece não ter passado de um grande "esquema", e mais de meio ano após o lançamento que nunca chegou a ser feito, o cabecilha da operação acaba de ser preso por fraude, comparando o processo a um "ponzi scheme".

É certo que hoje em dia já temos visto telemóveis a preços incrivelmente reduzidos - como este telemóvel dual SIM por apenas 14 euros - mas também é verdade que de 14 euros para 3 euros ainda vai uma grande margem, que torna complicado explicar como seria economicamente viável criar um smartphone, por muito modesto que fosse, por um valor tão baixo.

Seja como for, e embora também eu goste de gadgets baratos, há sempre que ter em consideração que por vezes o barato sai caro. E na maior parte das vezes, em vez de se apressarem a comprar o smartphone mais barato que encontrarem, a melhor opção passa por poupar mais alguns euros e optar por um modelo ligeiramente mais caro mas com melhores características/qualidade. Dito isto, é certo que podem haver produtos super-baratos e que valem bem a pena. O importante é saber aquilo que se está a comprar, para não se arriscar estar a comprar "gato por lebre".

1 comentário:

[pub]