2017/03/22

OnePlus vai recorrer aos fãs para apanhar erros no OxygenOS

A vida tem-nos mostrado que é praticamente impossível erradicar os bugs, mas a OnePlus vai recorrer a aliados de peso para os tentar fazer desaparecer das versões do seus sistema: a própria comunidade de fãs.


A OnePlus é conhecida por ser capaz das ideias mais mirabolantes, mas são algumas destas mesmas ideias que contribuem para o sucesso dos seus equipamentos. Quem segue esta marca mais de perto, sabe que a OnePlus tem implementado um sistema de testes para o seus OxygenOS, o que lhe permite eliminar a grande maioria das falhas, antes que a versão final seja distribuída aos utilizadores.

Este método não é novo, bem pelo contrário. É algo muito semelhante ao que acontecia nos já longínquos tempos do Windows Mobile, numa altura em que este era rei e senhor dos sistemas operativos para equipamentos móveis. O XDA era uma fonte de ROMs cozinhadas, as quais permitiam acesso a versões do Windows Mobile que por vezes nem chegavam a ser lançadas. Estas, tal como hoje em dia acontece com as ROMS alternativas (LienageOS, por exemplo) eram por vezes a única forma de actualizar o terminal.

A OnePlus pegou neste método e aplicou-o no desenvolvimento da sua versão do Android, convidando os utilizadores a testarem as novas versões, por forma a encontrarem o máximo de erros.

Vão ser utilizados 3 níveis de teste: Closed Beta, Open Beta, e o novo MP Early Access Program, que vai anteceder as MP builds (oficiais). Este novo nível de teste vai estar disponível para apenas 150 utilizadores com OnePlus 3 e 3T residentes na Europa, Índia e EUA.

Estes utilizadores deverão satisfazer os seguintes requisitos:
  • Terem um OnePlus 3/3T;
  • Residirem na Europa, Índia e EUA;
  • Utilizadores activos ou intensivos;
  • Alguma experiência a testar equipamentos;
  • Estarem disponíveis para conversação frequente via Slack.

No fundo, trata-se de tirar o melhor (e máximo) partido da comunidade de fãs, deixando que aquele trabalho que muitos já fazem "por gosto" possa servir para melhorar a experiência para todos os outros.


Por: Luis Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]