2017/04/10

Chamadas telefónicas e email são obsoletos para os mais novos


Entre os mais jovens, o tempo passado em chamadas telefónicas e email tornou-se praticamente inexistente face às novas alternativas de comunicação que se popularizaram com os smartphones.

Em tempos, ser adolescente era sinónimo de horas passadas ao telefone (e contas a conduzir), mas mudam-se os tempos mudam-se as formas de comunicação, e entre os jovens britânicos com idades entre os 6 e os 15 anos as chamadas telefónicas praticamente desapareceram, representando apenas 2% do tempo gasto semanalmente a comunicar.

Na mesma ingrata posição fica o email, que também se fica pelos 2% de tempo utilizado, e que muito ficaram atrás das redes sociais (31%), instant messaging (26%), SMS (14%), mensagens por foto ou vídeo (13%) ou até mesmo das videochamadas (12%).

Embora estes dados digam respeito ao Reino Unido, parecem-me bater certo com o caso dos jovens na mesma faixa etária que conheço cá em Portugal. Vai ser interessante ver de que forma esta tendência nas comunicações se irá fazer sentir ao longo das próximas décadas, com estes jovens a progredirem para o mercado de trabalho... Também aí as chamadas telefónicas passarão a ser uma raridade?

4 comentários:

  1. Isto em Portugal será certamente diferente, e é curioso ver que produtos diferentes no mercado geram comportamentos diferentes. A maioria dos jovens têm tarifários que além de incluírem internet inclui também chamadas para todas as redes. A minha irmã está sempre agarrada ao telemóvel a falar, e todos os amigos dela têm o mesmo comportamento. Na verdade, vejo isso em quase todos os jovens. Quanto ao email sim, muito pouco usado

    ResponderEliminar

[pub]