2017/04/07

Notícias do dia

Samsung vai ter um Galaxy S8+ com 6GB e 128GB mas só na China e Coreia do Sul; promoções de gadgets para a Páscoa; a Xiaomi lança o MiPad 3; o Twitter Lite poupa dados e dispensa a app; e ainda o desabafo dos fãs originais da OnePlus que se sentem abandonados pela marca.

Antes de passarmos às notícias, relembro que esta semana temos para oferecer exemplares do livro "Segurança Prática em Sistemas e Redes com Linux" da FCA.

Malware nos Mac aumentou 744% em 2016



O Windows pode ser o sistema que mais se associa aos vírus e malware, mas isso não quer dizer que os Macs não sejam também um alvo apetecível para os atacantes e a demonstrá-lo está este relatório que diz que a quantidade de malware direccionado para os Macs aumentou 744% só no último ano.

Pelo lado positivo (se é que assim se pode dizer) temos que a grande maioria dos casos se resume a simples adware; mas ainda assim, existem alguns malwares bastante mais preocupantes. Em todo o caso, importará relembrar que há casos em que nada podemos fazer (malware que se aproveite de vulnerabilidades 0-day)... mas na grande maioria dos casos a maior vulnerabilidade é mesmo o utilizador, que por desatenção ou desconhecimento instala ou clica no que não deve.



Google Maps manda email mensal com resumo do que se fez



Quem tem activado o histórico da localização no Google Maps pode por vezes esquecer-se disso. Agora a Google parece querer tornar isso mais visível com o envio de emails mensais que relembram que esse histórico está activado e dando um resumo sobre por onde se andou e o que se fez.

É bastante esclarecedor espreitar este histórico e ver todos os locais por onde já passamos, incluindo aqueles que provavelmente já nem nos lembrávamos. É também uma ferramenta bastante útil para aquelas situações onde se torne necessário saber o que se fez ou onde se esteve num determinado dia - especialmente quando são datas já bastante distantes no passado.


Spotify "desiste" da app para Windows Phone



O falhanço da Microsoft no sector mobile é evidente, e agora é o Spotify que também se junta aos que já não podem justificar gastar recursos a apostar numa plataforma com percentagem cada vez mais insignificante do mercado. A app do Spotify para Windows Phone deixará de receber novas actualizações, ficando em modo de manutenção.

Isto significa que a app ainda poderá receber actualizações para resolver problemas de segurança críticos, mas nada mais.


Clips já está disponível



A nova app de edição de vídeos da Apple - Clips - que aposta no factor divertimento já está disponível na App Store. Alguns utilizadores têm referido que a app é um pouco complexa de utilizar, mas basicamente é um editor de vídeo "pronto-a-usar" para criar vídeos rápidos no momento... com muitos efeitos e extras à mistura.

Se tiverem um iPhone não custará experimentarem para decidirem se é o tipo de app a que vão dar uso... ou se nem por isso. Pelos minutos que perdi a experimentá-la, pareceu-me ter bastante potencial (mas também não sei se lhe irei dar muito uso! :)


Google passa a apresentar "fact-checking" em todo o mundo



O problema das notícias falsas é algo que já não pode ser ignorado, e a Google expande o programa piloto de verificação de factos iniciado no Google News para que fique disponível em todo o mundo e no Google Search. Quando um utilizador pesquisar por algo, poderá ver resultados que são acompanhados por uma secção de "fact-checking" que refere se a notícia é efectivamente comprovada por factos, ou se é posta em causa pelos mesmos.

No mínimo, irá sensibilizar as pessoas para que não acreditem implicitamente em tudo o que lhes aparece pela frente na Internet, nem mesmo que seja o primeiro resultado de uma pesquisa no Google.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

11 comentários:

  1. Como venho a dizer há mais anos que me lembro. A maior segurança de outros SO's em relação ao Windows não passa de uma miragem. A diferença sempre foi o Windows sofrer pelo se seu sucesso, assim que outros começassem a ter o mesmo sucesso iriam começar a sofrer como o ultimo e é o que se vê.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adware, Bahhhhhhh.
      Mais, uma noticia de uma empresa que foi hackada....... diz muito da sua "validade".

      Eliminar
  2. ...de uma empresa de Anti-vírus, que......

    ResponderEliminar
  3. Ora uma empresa que vende a "cura", diz-me que estou doente, ou muito propício a ficar doente!

    Ora vão-se catar! O número de vulnerabilidades descobertas no macOS até tem vindo a diminuir.

    ResponderEliminar
  4. "Pelo lado positivo (se é que assim se pode dizer) temos que a grande maioria dos casos se resume a simples adware"

    Isso dizes tu. No pplware diz-se:

    "Durante muitos anos foi associado ao macOS uma aura de segurança e imunidade que mais nenhum outro sistema operativo Esta visão de proteção parece ter caído e agora cada vez mais surgem problemas, mostrando que afinal este é um sistema tão vulnerável como os restantes."

    Está claro que um comentário meu a dizer que o que distinguia o MacOS do Windows era quanto ao ataque por vírus (e maior segurança quanto à execução não autorizada de código) e que só quem queria contar mais uma história do "Pedro e o Lobo" misturava alhos com bugalhos e chamava malware a tudo, sem distinguir entre adware e vírus - foi censurado.

    ResponderEliminar
  5. Já esperava que o pplware censurasse o meu comentário de hoje ;-)

    Também da série o “Pedro e o Lobo” (post do pplware de 22/03/2017)

    “Hackers exigem dinheiro à Apple para não apagarem dados
    um grupo de hackers está a exigir à Apple que pague uma quantia avultada para que não sejam apagados dados de milhões de iPhones e de contas iCloud. Tudo aparenta ser real e a Apple parece estar a recusar-se a pagar.
    O grupo partilhou com a Apple um vídeo, onde mostraram que conseguem aceder a estes contas do iCloud e daí podem realizar várias operações, mais ou menos críticas.
    A data limite para pagamento é o dia 7 Abril, altura em que ameaçam eliminar as contas a que têm acesso. ”

    “Cuidado Apple, hackers têm mesmo contas válidas do iCloud” (post de 24/03/2017)

    7 de Abril foi ontem. Esperem sentados por um post a dizer que era alarmista e sem fundamento ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, o pplware é um blog de 💩 com deficientes mentais a escreverem para lá, estavas à espera que aprovassem o comentário?

      Eliminar
  6. É conforme. Os posts não são todos maus. E quando asneiram - o que, diga-se, é frequente - nem sempre censuram os comentários que protestam/chamam a atenção.

    Outras vezes, como nas duas histórias do "Pedro e o Lobo" (e muitas outras) são uns completos alarves a censuram os comentários. Quem por lá anda a ler e escrever comentários - e são muitos - nem se apercebe.
    E são o blogue "tech" número um pelas votações!
    Da próxima vou enviar para a espécie de júri desse concurso os comentáriios que me censurarem. Isto é tudo uma grande brincadeira - contam-se os clics a favor mas não se pergunta nada a quem tiver a razões contra (ou quem tem razões contra nem se dá ao trabalho de as exprimir).
    Desta vez chateei-me. Censuraram-me comentários por mesquinhez como já tinham feito antes, mas fartei-me.
    No próximo concurso podem ter a certeza que arranjarei maneira de tornar público os comentários que me censurarem por serem alarves.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles estão a gozar contigo, desculpa dizer-te, mas é, por mim, podem ir todos para um sítio que eu cá sei.

      Eliminar
    2. Pelo menos hã um serviço público que posso fazer - criar um blogue onde todos os comentários que o pplware censurou, de forma pesporrente, ignorante e mal educada possam ganhar visibilidade.
      Várias pessoas já me disseram que o Vítor Martins não é flor que se cheire. Acho os outros piores.

      Eliminar

[pub]