2017/04/19

O spyware comercial que deixa qualquer pessoa espiar quem quiser


Muito se fala dos abusos da NSA e outras agências de segurança, que têm ferramentas que lhes permitam espiar praticamente tudo e todos; mas também será conveniente relembrar que esta mesma capacidade está também ao alcance de qualquer pessoa comum que deseje espiar um familiar ou conhecido.

Aquilo que torna os smartphones atractivos para efeitos de espionagem por parte das agências governamentais também os torna particularmente eficientes para qualquer pessoa que queira manter um olhar atento sobre um filho ou filha, esposa(o), ou qualquer outra pessoa - desde que se consiga ter acesso ao seu telemóvel e instalar uma app. Não faltam apps de "espionagem" no mercado, sendo que muitas delas surgem mascaradas como apps de controlo de menores, mas cujas aplicações vão muito para além disso.

São apps de legalidade duvidosa mas que se tornam atractivas para alguém que desconfie que o seu marido/mulher/namorado/namorada esteja a ter um caso; e que também se tornam em perigosas ferramentas de stalking se estivermos a falar de casos abusivos. É que com estas apps, não só se passa a ter acesso a todas os SMS e mensagens trocadas nas apps mais populares, como também se pode ter acesso às chamadas feitas e recebidas, a localização em tempo real, e até se pode ter a possibilidade de activar remotamente o microfone e câmara para se ouvir e ver o que se passa. (De referir que embora estas apps também estejam disponíveis para iOS, nesse caso as suas funcionalidades são bastante mais limitadas a não ser que se faça jailbreak.)



Segundo dados revelados por um hacker sobre a lista de clientes do spyware Retina-X, também em Portugal existem clientes deste software de espionagem, demonstrando que a sua utilização está mesmo disseminada por todo o mundo - e isto tendo em conta que será apenas um conjunto reduzido do número de utilizadores totais deste software, e que existem muitos outros programas deste tipo no mercado.

Embora o risco de se ser espiado à escala global seja preocupante, para a maioria das pessoas será talvez ainda mais preocupante a perspectiva de o estarem a ser por alguém bem mais próximo de si.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]