2017/04/06

YouTube lança YouTube TV (nos EUA)

O YouTube assume-se ainda mais como alternativa aos serviços tradicionais de TV com o YouTube TV, que dá acesso a várias dezenas de canais em live streaming, gravador ilimitado na cloud e mais.

Por cá ainda não chegamos ao ponto de começar a fazer contas e exigir apenas ligações à internet a preços decentes sem que estejam agregadas a pacotes com canais de TV e telefone incluídos, mas nos EUA o movimento dos "cord-cutters" que opta por cancelar o serviço de TV e pagar apenas pela internet já atinge volume considerável de clientes. E este YouTube TV vem apenas dar mais opções a quem optar por isso.

O YouTube TV custa $35/mês e dá acesso a:

  • Live TV streaming - de canais como a ABC, CBS, FOX, NBC, ESPN, Fox Sports Networks, Comcast SportsNet, FX, USA, Disney Channel, Bravo, MSNBC, Fox News e muitos mais.
  • Gravador na cloud DVR - sem limite de espaço, mas com uma validade máxima para cada gravação de 9 meses.
  • Acesso em qualquer lado - possibilidade de se ver no PC, tablets, smartphones, ou enviado para a TV via Chromecast ou, futuramente, directamente nas Smart TVs; e em todos eles com acesso às gravações que se tiverem feito.
  • YouTube Red Originals - o YouTube TV dá acesso imediato a todos os conteúdos originais YouTube Red.
  • Seis contas incluídas - cada subscrição permite ter até seis contas individuais, cada uma com as suas recomendações e o seu próprio gravador; sendo permitido fazer até três streams em simultâneo.
  • Mais canais a caminho: AMC, BBC America, IFC, Sundance TV, WE tv, BBC World News, etc.
Por agora o YouTube TV fica disponível nas principais cidades norte-americanas (New York, Los Angeles, San Francisco Bay Area, Chicago, e Philadelphia), e tem disponível um mês de uso gratuito para que todos o possam experimentar.


2 comentários:

  1. Isso não vai fazer muito sentido em Portugal, pq é quase impossível ter SÓ Internet em casa sem ter que pagar um pacote TV+Telefone+Internet

    ResponderEliminar
  2. Na partilha é que está o ganho. :P Também nos EUA, cada vez mais, as pessoas partilham uma ligação à internet (tanto lá como cá, parece ser ilegal), conseguindo assim uma real poupança. Assim seria fácil conseguir aderir a estes serviços em portugal... :D

    ResponderEliminar

[pub]