2017/05/22

DJI vai limitar capacidades dos drones não-registados


A questão do licenciamento de drones tem dado muito que falar, e agora a DJI vem lançar nova polémica ao anunciar que irá limitar as funcionalidades dos seus drones no caso dos utilizadores não os registarem no seu site.

Muitos entusiastas de drones nos EUA respiraram de alívio ao saber que a lei que obrigava ao registo de drones (para fins recreativos) foi considerada ilegal; mas no caso dos utilizadores com drones da DJI, não se conseguirão livrar do registo do mesmo com a própria DJI - isto se quiserem ter acesso a todas as funcionalidades da sua aeronave.

Os drones da DJI passarão a ter funcionalidades limitadas até que os utilizadores procedam ao seu registo e garantam que o drone tem o firmware actualizado. Mais concretamente, deixarão de ter acesso ao live streaming da câmara, e o mesmo estará restringido a voar apenas num raio de 50 metros do operador e até uma altitude máxima de 30 metros.

A DJI diz que se trata unicamente de garantir que todos os drones têm acesso às mais recentes actualizações de dados geo-espaciais e funções permitidas para cada região (e que lhes permitem evitar zonas proibidas, como aeroportos); mas muitos utilizadores encaram isto como uma exigência abusiva, que os deixa com um produto apenas parcialmente funcional quando é comprado.

... Para mim parece-me um caso de simples resolução: quem não estiver de acordo com as condições da DJI... que procure uma marca de drones alternativa.

3 comentários:

  1. Pessoalmente acho isto , uma invasão do direito ah propriedade é uma violação da minha privacidade, depois queixam se que as pessoas tem de hackear as coisas e por firmware alternativos.. só gostava de saber o que é que o drone envia para o hq quando se liga a uma rede ... Muito triste

    ResponderEliminar
  2. Como diz o Carlos, a solução é simples e bem barata: comprar outra marca.
    Eu comprei um Tovsto Aegean por 230€ e estou muito contente com ele

    ResponderEliminar
  3. Não me parece nada abusivo, tendo em conta o abuso dos utilizadores. Mais, devia ser obrigatório existir um registo nacional dos drones. Isso sim, era legislação.

    Basicamente vai obrigar a ter as últimas versões de firmware, o que não me parece nada errado. Que dados abusivos vão levar? Onde andei com o drone? Realmente... que chatice. 90% dos utilizadores sérios de drone, faz update de logs para plataformas web, upload de fotos para clouds para modelação 3d, etc etc... E agora a DJI é má por querer garantir firmware actualizados.

    ResponderEliminar

[pub]