2017/06/01

Occipital mostra sistema de tracking AR/VR de baixo custo com uma só câmara


Os sistemas de tracking são críticos para o bom funcionamento dos óculos VR e AR, e a Occipital tem um novo sistema que com uma só câmara (para além dos sensores de movimento) consegue proporcionar tracking de alta-qualidade a baixo custo.

Os sensores de movimento - acelerómetros e giroscópios - são essenciais para detectar o movimento dos utilizadores e determinar a sua posição no espaço, mas depressa as empresas perceberam que era necessário ter sistemas de referência externos que permitissem corrigir os desvios que estes sensores vão acumulando ao longo do tempo. No caso dos Rift isso foi feito recorrendo a uma (ou mais) câmaras externas que analisa o movimento dos óculos e controladores; nos HTC Vive recorre-se a uns "faróis" a dar cobertura na área onde nos movimentamos.

Para a próxima geração de óculos VR o objectivo é dispensar estes elementos exteriores, de modo a que os óculos possam fazer tudo, e a Occipital mostra-nos como isso é possível usando apenas uma câmara integrada nos óculos (para além dos sensores) para criar um mapa tridimensional do espaço onde estamos, e transpondo-o para o mundo VR.

Tradicionalmente, este tipo de sistemas necessitaria de usar pelo menos duas câmaras para ter capacidade de visão 3D; mas a Occipital desenrascou-se bem usando apenas uma, com a consequente redução de custos.


1 comentário:

  1. Vi num episódio do TWIT uma demonstração de AR misturado com um pouco de VR desta empresa, utilizando apenas um iphone e uns óculos de AR/VR, e fiquei muito impressionado!

    ResponderEliminar

[pub]