2017/07/04

Tencent limita Honor of Kings a 1h por dia aos menores


Em resposta às críticas de que o jogo Honor of Kings é demasiado viciante, a Tencent decidiu aplicar uma restrição que tem levantado polémicas, limitando o tempo de jogo a apenas uma hora de jogo por dia aos menores.

Se nunca ouviram falar do Honor of Kings, trata-se "apenas" do mais lucrativo jogo a nível mundial, e que conta com mais de 200 milhões de jogadores (sendo que a cada dia existem pelo menos 80 milhões de jogadores que visitam o jogo). O estilo é idêntico ao do igualmente popular League of Legends (também da Tencent), e tem sido um verdadeiro vício para muitos adolescentes chineses - tendo já havido casos extremos, como o de um jovem que estava a jogar há 40 horas sem parar.

Para tentar acalmar as críticas de que o jogo foi feito para ser propositadamente viciante, a Tencent avança com a limitação do tempo de jogo para os menores. Jogadores com menos de 12 anos só poderão jogar uma hora por dia e ficam impossibilitados de jogar a partir das 21h; jogadores dos 12 aos 18 anos terão um limite de 2h por dia.


Embora muitos pais agradeçam estes limites, a grande questão é saber se este tipo de medida deverá ficar a cargo dos produtores dos jogos... ou se não deveria ser algo a cargo dos próprios encarregados de educação, que deveriam impor as regras e limites que considerarem adequados para os seus filhos - sabendo-se que, em último caso, uma criança que realmente queira fazer algo, habitualmente encontrará forma de o fazer (já estou a imaginar o negócio de vender contas de adultos, para que possam jogar sem limites - ao estilo do que é feito para os menores que desejam comprar tabaco ou bebidas alcoólicas).

Sem dúvida que medidas que permitam impor regras quanto ao tempo de jogo e apps que se utilizam são sempre úteis... mas parece-me que isso deveria ser algo da responsabilidade dos pais e não da empresa que produz os jogos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]