2017/07/31

Tesla Model 3 de "35 mil" dólares afinal custa 44 mil (ou mais)


A Tesla já fez a entrega simbólica dos primeiros Model 3, mas a ideia de que este será o Tesla económico "para todos" com um preço de 35 mil dólares é, pelo menos por agora, uma ilusão. Quem quiser um Model 3 terá que se mentalizar para pagar quase o dobro!

A produção dos Model 3 ainda está a ser feita em volumes bastante reduzidos, e por agora a Tesla nem sequer está a produzir os modelos mais baratos que poderão ser comprados ao preço "chamariz" que tinha sido anunciado. Durante estes primeiros meses apenas se produzirão Model 3 com bateria de maior capacidade, com autonomia para 500km, e que implica logo o pagamento adicional de mais 9 mil euros, elevando o preço base para os 44 mil dólares.

Adicionem-se alguns mimos, como a escolha da cor para além do preto base ($1000), jantes ($1500), tecto panorâmico em vidro ($5000, e que inclui outros melhoramentos como colunas, portas USB, espelhos e bancos eléctricos, etc.), piloto automático ($5000) e condução autónoma ($3000)... e o Model 3 para todos fica com um preço de $59500 que já não será "para todos".



É certo que isto dos "extras" facilmente encarecerem um carro não é nenhuma novidade (quem já tiver brincado com os configurados das marcas germânicas saberá a facilidade com que a escolha de alguns extras pode facilmente adicionar dezenas de milhares de euros ao valor final do carro) mas neste caso poderemos dizer que estas são opções que se tornam praticamente "indispensáveis" para quem está interessado num Model 3 (e ainda não estamos a falar de um Model 3 "D" com dois motores eléctricos, que elevará ainda mais o preço quando eventualmente ficar disponível).


Mas nem tudo é mau... Pelo lado positivo, o Model 3 é o carro mais barato em relação preço/autonomia, com $141.94/milha; menos de metade do custos dos restantes modelos da Tesla, e até de modelos como o Nissan Leaf, que ficam para cima de $280 por cada milha de autonomia.


Por agora, o que interessa saber é quantas das 300 ou 400 mil encomendas poderão ser canceladas ao descobrirem que o seu Model 3 de 35 mil dólares afinal será um carro que custará quase 60 mil dólares - ou se teremos grande parte das pessoas a optar deliberadamente pela versão base, esperando que mais tarde venha a ser possível fazer "jailbreak" para desbloquear as funcionalidades de condução autónoma sem pagar por isso, já que supostamente todos os Model 3 virão com o hardware necessário para isso, permitindo o seu upgrade remoto caso o cliente (ou novo dono, no caso de comprar o carro sem segunda mão) decida fazê-lo no futuro.

14 comentários:

  1. Os primeiros modelos a ser construidos são a versão long range de 44mil por uma questão estratégica ($$$$)... mais tarde virá o standard e quem fez a encomenda pode esperar ou então optar por um destes. E quanto aos extras.. só mete quem quer.

    ResponderEliminar
  2. Carlos, este artigo não é teu apanágio, é mais ao estilo "Correio da Manhã". A Tesla disse e cito: "345 km de distância por carregamento, Menos de 6 segundos dos zero aos 100 km/h, Hardware do Piloto automático" (podes ver ainda aqui: https://www.tesla.com/pt_PT/model3). Ora, mesmo tirando o facto que os primeiros tesla produzidos vão ser "long range" e que o "standard range" virá depois, quem quiser aguardar pela versão base de 35.000 USD pode perfeitamente esperar. O facto de se propor um carro por 44.000 USD mas com 500 km de autonomia é completamente diferente. Gosto muito do teu site e artigos mas desta vez é sensacionalismo despropositado... Aliás, escolhe a marca de automóveis que quiseres e faz o mesmo tipo de configuração na versão base e versão de topo e verás que pagar 70% mais para o modelo full-extras é até bastante abaixo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Não esquecer que sou fã da Tesla. ;P

      De qualquer forma, penso que teria sido bem mais lógico, *no mínimo*, disponibilizar a opção prometida dos 35 mil dólares já desde o início, pois seria essa com que muitos dos que reservaram o carro estariam a contar.

      Eliminar
    2. Sei disso, somos dois. A opção está disponível desde início, a entrega é que é mais tarde, tal como explicou o CEO por motivos atribuídos à redução de versões.
      Desta vez, e muito sinceramente, o título está mal. Poderias escrever "Tesla de 35.000 USD só lá para meados de 2018" já que o "Tesla Model 3 de "35 mil" dólares" custa mesmo 35.000 USD, ficas é com um carro preto, de jante 18, estofos em tecido e preparado para condução autónoma e auto-pilot. Ou seja, exatamente o prometido.
      Em termos do carro propriamente dito, há detalhes que com 35.000 USD nenhum concorrente tem: https://www.youtube.com/watch?v=DD2z2Pa8X00

      Eliminar
    3. ... Falta a opção para um ecrã OLED. Aqueles níveis de preto do LCD já é do tipo "cannot be unseen"! :)

      Eliminar
    4. Aé estarias a olvidar três factos super relevantes:
      - LCD tem, em média, um menos burn-in;
      - LCD é, em média, mais barato;
      - LCD, em média, consome menos energia;
      Acho que são "os argumentos" que matam o OLED...

      Eliminar
    5. O burn-in já não será crítico nesta altura (muitos fabricantes automóveis já estão a usar ecrãs OLED nos seus protótipos para os próximos anos), e em termos energéticos são muito mais eficientes - e ainda mais em situações de apresentar imagens com fundos escuros ou a preto.
      Resta a questão do preço, sim, os LCDs são mais baratos... por enquanto. Assim que começarem a entrar em produção as fábricas que de produção de OLED que estao previstas para os próximos anos, certamente as coisas começarão a mudar.

      Eliminar
  3. Pelo que li o veículo tem efectivamente o valor base anunciado. Lançar do mais caro para o mais barato é habitual na Tesla. Não creio que os clientes tenham sido defraudados visto que já estavam todos a contar poder ter o carro muito tarde...

    ResponderEliminar
  4. Só achei mal todos virem com o hardware necessário para piloto automático e depois cobrarem 7000 euros para desbloquear. Percebo porque o fazem, mas sinto-me um pouco enganado pois até aqui achei que o de 35k já vinha com piloto automático.

    ResponderEliminar
  5. Os oled de 15" não se vê ainda muita coisa.
    Mas tendo imagens com barras estáticas o oled podia ficar marcado para futuras alterações ao interface, que noutros carros não deve ser frequente.
    Eu tbm prefiro a qualidade de imagem dos oled principalmente para ver TV (se os canais não tivessem um logotipo tão berrante como por ex a RTP que já consigo ver o logo mesmo em cima dos outros canais no meu plmasma). Mas para imagens com o interfaces tenho sempre receio de ficar marcado, ou tem que se usar nível de brilho baixo que é pior no exyerior com sol.
    BTW se pudesse trocava o meu LEAF 2011 (que custou mais) por um destes. Mas como não dá, o LEAF vai ter que durar pelo menos 10 anos sem trocar peças (já só faltam 4). Tenho pena é do LEAF ter um sistema de computador de bordo tão ranhoso baseado em tecnologia do carvão (microsoft com ecrã resistivo).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a questão das actualizações de software nos Tesla vai começar a fazer-se notar - leia-se: mostrar o quanto os outros fabricantes se terão que mexer.

      Mais valia assumirem que não se querem chatear com isso e permitirem que os utilizadores usassem os seus tablets/smartphones como interface, actualizados quando quisessem... :)

      Eliminar
  6. A opção dos 35K continua a existir, é a versão mais económica do carro, sem extras. Mas isso já o Elon Musk tinha dito. O objectivo deste Model 3 era fabricar o máximo possível com pequenos desvios/mudanças no fabrico e isso eles conseguiram. Há algumas opções para modificar e melhorar o carro, para quem estiver disposto a pagar. Mas por 35K consegue-se o que é facilmente considerado o melhor carro eléctrico na gama de preços em que se insere.

    ResponderEliminar
  7. Bah... são todos iguais estes construtores de carros premium... Basta meter uns extrasitos e ja salta mais 5 ou 10 mil euros a mais num carro!!! Entao na BMW (nao sei como é nas outras) chega a ser curioso todos os carros serem praticamente iguais tirendo o chassi e muitos extras serem tambem iguais mas serem mais caros por ex no S3 do que no S1
    Pura vergonha!!!

    ResponderEliminar

[pub]