2017/08/23

À conversa com Catarina Silva e Luís Marcelino


A FCA deu-nos a oportunidade de conversar um pouco com alguns dos seus autores, e desta vez os escolhidos para a rubrica "À conversa com" foram Catarina Silva e Luís Marcelino, autores do livro Desenvolvimento em SWIFT para iOS.


O que é o SWIFT?

O Swift é uma linguagem lançada em 2014 que é orientada à produtividade dos programadores e permite desenvolver aplicações para dispositivos Apple, nomeadamente
para os sistemas operativos iOS (iphone, iPad, etc.), watchOS, tvOS e OSX.

De acordo com o ranking de linguagens da Redmonk, a linguagem SWIFT encontra-se em 11º lugar (10º no índice da TIOBE) e foi considerada em 2016 como uma das mais amadas linguagens de programação. A que se pode dever esta popularidade?

O Swift é uma linguagem que foi criada com o intuito de tornar mais fácil o desenvolvimento. Aliás o seu nome pretende aludir à ideia de rapidez tanto de execução como de desenvolvimento. Para atingir este objetivo o Swift inspirou-se em soluções de implementação que promovem a rapidez, também disponíveis em outras linguagens, em termos de facilidade de programação (por exemplo a inferência de tipo das variáveis), tendo ainda adicionado um conjunto de capacidades que permitem uma fácil adaptação da maioria dos programadores. Mantém, de qualquer forma, a inspiração de padrões de arquitetura de software que já existia no Objective-C, como o MVC ou a delegação, cuja robustez atesta a sua fiabilidade.

Que vantagens tem o SWIFT face ao Objective-C?

O Objective-C é uma linguagem mais pesada em termos de sintaxe. Adotava soluções que exigem muitas linhas de código para atingir o objetivo. Com o Swift a sintaxe é muito simplificada e as verificações que vão sendo realizadas à medida que se escreve o código são muito melhoradas.

Consideram a linguagem SWIFT uma linguagem difícil de aprender por alguém sem experiência em programação?

A linguagem Swift é uma linguagem acessível em termos sintáticos, pelo que será fácil de aprender mesmo pelos iniciantes.

Ultimamente tem-se verificado a um decréscimo nas taxas de download e utilização de aplicações móveis. Na vossa opinião quais são os segredos ao nível de UI/UX para a criação de uma aplicação de sucesso?

Um dos maiores segredos de uma UI/UX de sucesso é a consistência e coerência com as aplicações nativas da plataforma. Quando alguém desenvolve uma aplicação em Swift para iOS está a usar os componentes nativos da plataforma, o que pode criar uma aplicação intuitiva para o utilizador. Isto não acontece por vezes com aplicações não nativas, em que os utilizadores não sabem “explicar” o que há de diferente mas acham a aplicação “estranha”.

Existem frameworks disponíveis para SWIFT que facilitem o processo de programação?

Sim, existem várias. Por exemplo, muitas das bibliotecas disponíveis através do sistema de gestão de dependências CocoaPods estão disponíveis em Swift. Mesmo quando não estão, os compiladores da Apple permitem juntar código Swift com bibliotecas escritas em Objective-C.

Uma ferramenta que utilizam na criação da app Taster no livro é o Xcode. Expliquem-nos em que consiste e como pode ajudar na criação de uma app para iOS.

O Xcode é o IDE (Integrated Development Environment) da Apple que, naturalmente, é o ambiente de desenvolvimento para Swift. É uma aplicação gratuita que inclui todas as ferramentas presentes em qualquer IDE moderno que facilitam o desenvolvimento de aplicações: formatação automática de código, simulador, debugger e construtor de interfaces gráficas, entre outras.

Como decorre o processo de submissão da app junto da Apple? É um processo fácil/rápido?

A Apple disponibiliza um site onde qualquer programador registado pode facilmente submeter a sua aplicação, com indicações detalhadas dos procedimentos a seguir. Além da aplicação propriamente dita, o programador deve submeter uma descrição da aplicação e vários screenshots que permitam aos utilizadores da App Store terem uma ideia do aspeto e das funcionalidades da aplicação antes de a instalarem. Como a Apple valida as aplicações submetidas, a aprovação de uma aplicação pode demorar vários dias.

E é tudo, o nosso obrigado pelo tempo dispensado, e ficamos aguardar pelos seus próximos livros. :)

Luís Marcelino
Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pelo Instituto Superior Técnico, realizou o doutoramento em Sistemas de Informação na Universidade de Salford centrado na utilização de Realidade Virtual. Desde então manteve o interesse pelos tópicos que envolvem interfaces e interação com o utilizador, em particular utilizando dispositivos móveis. É professor no Instituto Politécnico de Leiria, investigador no Instituto de Telecomunicações e coautor das três edições do livro “Desenvolvimento em Ios – iPhone, iPad e iPod Touch – Curso Completo”, editado pela FCA.

Catarina Silva
Licenciada em Engenharia Eletrotécnica, com mestrado e doutoramento em Engenharia Informática pela Universidade de Coimbra, dedica-se aos sistemas inteligentes, aprendizagem computacional e as suas aplicações e desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis. É professora no Instituto Politécnico de Leiria e investigadora no Centro de Investigação e Sistemas da Universidade de Coimbra, para além de coautora das três edições do livro “Desenvolvimento em Ios – iPhone, iPad e iPod Touch – Curso Completo”, também editado pela FCA.



Para quem chegou até aqui, temos uma surpresa. Temos para oferecer dois exemplares de Desenvolvimento em SWIFT para iOS; e para te habilitares a ganhar um deles só tens que participar preenchendo o seguinte formulário:

Passatempo encerrado: Os vencedores foram:

  • Jorge Carvalho
  • Pedro Beja

Fica atento aos próximos passatempos.

1 comentário:

  1. Muito orgulhoso de ver os meus professores de Licenciatura e Mestrado neste blog :)

    ResponderEliminar

[pub]