2017/08/28

Facebook descobre tia avó desconhecida - mas não diz como o fez


Uma das ideias do Facebook é ligar pessoas, mas será assustador ver o ponto a que o seu sistema de recomendações chegou, conseguindo relacionar familiares que nem sabiam da existência uns dos outros.

O Facebook não gosta de nos ver sozinhos ou com poucos amigos, e por isso está continuamente a recomendar-nos "pessoas que poderemos conhecer" (People You May Know). Ora, a maioria das pessoas nem prestará muita atenção a isso, a não ser que por lá veja algum rosto conhecido, mas houve uma pessoa que levou a sério a tarefa de tentar perceber que pessoas é que o Facebook lhe estaria a sugerir... e fez uma descoberta surpreendente. Lá pelo meio estava uma senhora idosa com a qual parecia não ter nada em comum (sem amigos partilhados, etc.) mas que se veio a revelar ser uma tia avó que nem sabia que existia.

Para além de ser um caso algo insólito mais positivo, a questão que se coloca é: como é que o Facebook conseguiu determinar que duas pessoas que nunca se tinham cruzado ao longo de mais de 30 anos, estavam de facto relacionadas?

Infelizmente, o Facebook diz que não pode responder a isso, referindo apenas que existem cerca de 100 factores que são analisados para determinar a sugestão de pessoas potencialmente conhecidas - embora publicamente refira apenas cinco: como ter amigos em comuns, estar na lista de contactos, frequentar os mesmos locais, estar nos mesmos grupos do Facebook. Sendo que neste caso, nenhum deles explica como é que esta sugestão terá sido determinada...

Da próxima vez que olharem para todos os rostos desconhecidos nas pessoas recomendadas pelo Facebook, não se conseguirá deixar de evitar pensar se, lá pelo meio, poderá estar alguma pessoa bem mais próxima do que julgamos... mas que nem sabíamos da sua existência.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]