2017/08/31

LG apresenta V30 na IFA


Depois da recepção morna ao LG G6 a marca sul-coreana aposta num modelo melhorado e mais evoluído: o LG V30, que chega com argumentos suficientes para se bater contra o novo Note 8 da Samsung e iPhone 8 da Apple.

Estamos em fase de novidades com muitas marcas a aproveitarem a IFA para nos darem a conhecer os seus mais recentes produtos, e a LG não deixou escapar a oportunidade para marcar a sua posição com o novo V30. Este smartphone estreia um ecrã OLED FullVision de 6" (18:9 - 2880 x 1440 pixeis) que ocupa a quase totalidade da superfície frontal, e que graças às margens reduzidas permite poupar quase 1cm ao comprimento total face ao modelo anterior. Com uma espessura de apenas 7.3mm e peso de 158g, é também um dos mais finos e leves na categoria das 6".

No interior encontramos um Snapdragon 835, 4GB de RAM, 64GB/128GB, microSD (até 2TB!), câmara traseira dupla de 16MP f/1.6 e 13MP f/1.9, câmara frontal de 5MP, bateria de 3300mAh, Bluetooth 5.0, USB Type-C 2.0 (3.1) e Android 7.1.2. As dimensões ficam-se pelos 151.7 x 75.4 x 7.3mm e o peso, como foi dito é de 158g. Tem certificação IP68 para resistência à água e pó; e desta vez esperamos que a inclusão do 32-bit Hi-Fi Quad DAC para som de alta-qualidade e o carregamento wireless seja feito a nível global e não apenas para alguns países (como aconteceu com o G6).


Para além do sensor de impressões digitais (infelizmente na traseira e não no ecrã) temos ainda reconhecimento facial e de voz; e felizmente, a LG aposta na utilização do Google Assistant em vez de investir em (mais um) assistente digital próprio.


Agora só falta que a LG compreenda que tem que fazer chegar este smartphone ao mercado com preço "de arromba". De pouco serve tentar vendê-lo a preços elevados apenas para, passado um ou dois meses, ter o preço reduzido. Veja-se o que acontece com o G6, que algumas lojas ainda estão a tentar vender a 750 euros(!) quando outras já o vendem por apenas 440 euros. Não teria sido muito melhor tê-lo posto logo à venda por 499 euros e começar a somar clientes?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]