2017/08/13

Novo esquema fraudulento na Amazon usa envios falsos para víuvas


A Amazon é uma loja onde se pode comprar com toda a confiança, mas infelizmente há quem já tenha encontrado forma de ultrapassar os seus sistemas de validação para realizar vendas fraudulentas que complicam o processo de reclamação dos clientes.

O caso tem a ver com a compra de uma objectiva usada da Canon (não confundir com a objectiva da Sony vendida com desconto de $500) através do Amazon Marketplace. Importa referir que, mesmo tratando-se de uma objectiva usada (Canon 70-200mm f/2.8 II) se está a falar de uma compra de $1500 - com o vendedor a garantir que o estado da objectiva era "excelente".

O vendedor não tinha grande histórico de vendas, o que já poderia ser sinal de alarme, mas que o comprador considerou poder ser simplesmente o de um particular que apenas estava a vender algum material de que já não necessitasse... o que se veio a revelar um erro "fatal".

Passados uns dias, o vendedor lá marcou a encomenda como tendo sido enviada, mas aqui é que entra a parte engenhosa deste novo esquema: em vez de enviar a objectiva prometida para o cliente pagador, o pacote com um outro produto de baixo valor, é enviado para a morada de alguma viúva recente, na mesma cidade e com o mesmo último nome, fazendo-se passar por algo que tenha sido encomendada pelo seu defunto marido. A pessoa em questão faz a recepção da encomenda com a assinatura pretendida... e isso parece ser o suficiente para que o habitualmente prestável serviço ao cliente da Amazon se transforme em algo completamente oposto.

Mesmo com todo o tipo de tentativas para tentar explicar o que se passava (e que a encomenda nem sequer tinha sido enviada para a sua morada), a Amazon limita-se a dizer que a encomenda está confirmada como tendo sido entregue e assinada, pelo que não há motivo para queixas - deixando este cliente com menos $1500 na sua carteira e sem a objectiva que pensava ter comprado.


... Da próxima vez que comprarem na Amazon, é algo a terem em conta; e de preferência optarem pelos produtos que são vendidos directamente por eles, ou por vendedores tenham um histórico de vendas com pontuação positiva que lhes dê credibilidade.

5 comentários:

  1. Aqui está um belo esquema.
    Isto prova que a Amazon de facto não controla as coisas a sério, no fundo é um eBay. Do contrário isto não poderia acontecer. A única forma da Amazon se destacar do eBay, Alibaba e outros parecidos é as coisas terem de ser enviadas para um armazém deles, eles confirmarem que o produto é aquilo que o cliente pediu e certificarem-se que o produto é enviado (por eles Amazon) para o cliente.
    A vantagem é que poderiam ter armazéns em todos os países onde estão autorizados a fazer negócios e ter a sua própria frota de aviões de transporte para garantir o transporte ultra-rápido e já garantirem as taxas alfandegárias à partida tendo o preço exibido já o reflexo dessas taxas. Se bem que em países como o Brasil e outros onde os estados obrigam os produtos a ficar retidos de propósito imenso tempo para não incentivar a importações se calhar a única forma era mesmo já terem os produtos previamente nos armazéns antes de os colocarem no web site... mas custaria dinheiro e certamente não seria viável.

    ResponderEliminar
  2. Um esquema complicado. Descobrir uma viúva em que o cônjuge tivesse o mesmo nome, enviar uma encomenda qualquer e ainda a viúva aceitar. É quase como acertar no totobola.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tão complicado... a internet é amiga a pesquisar coisas. E infelizmente, as funerárias não têm falta de trabalho... Numa cidade de dimensão razoável não será difícil encontrar uma morte recente com nome "de família" e, com mais algumas pesquisas, chegar à sua morada.

      Eliminar
    2. certo, e por 1500$ esse trabalho compensa!

      Eliminar
  3. Mas só o facto de não ter enviado para a morada correcta já devia ser razão para o vendedor ser punido!
    Não faz sentido nenhum enviar para alguém só porque tem o mesmo ultimo nome noutra morada! Parece haver algo mal explicado, do género o comprador ter pedido para mandar para outra morada que não consta no perfil ou ter pedido em nome de outra pessoa, mas mesmo assim custa-me a crer que a Amazon seja tão "cega"..

    ResponderEliminar

[pub]