2017/10/08

Project Loon vai entrar em acção em Porto Rico


A devastação causada pelos furacões Irma e Maria em Porto Rico poderá ter um pequeno ponto positivo: vai permitir que a região se torne num palco para a aplicação de novas tecnologias que poderão revelar-se mais resistente a catástrofes que as actuais.

Mais de 3 milhões de pessoas ficaram sem acesso a electricidade e comunicações, sendo que a resposta federal tem sido criticada por não estar a ser feita à velocidade necessária nem à escala que se esperaria (Trump só lá passou para atirar uns rolos de papel aos seus cidadãos... para além de criticar que são uma cambada de preguiçosos e mal agradecidos.) Felizmente, do lado empresarial têm surgido propostas mais interessantes, como a do Project Loon da Alphabet (a "Google") que acaba de ver aprovada a sua intenção de usar 30 balões para fornecer comunicações em Porto Rico durante os próximos seis meses, enquanto a infraestrutura de torres celulares terrestres é reparada.

Se este projecto for bem sucedido será um valioso passo em frente no sentido de validar o Project Loon como alternativa viável às redes de comunicação tradicionais; mas as apostas não se ficam por aqui: também Elon Musk aproveitou a oportunidade para dizer que a necessidade de "refazer tudo" em Porto Rico seria uma excelente oportunidade para apostar nas energias renováveis e limpas, tendo enviado centenas de técnicos e Power Walls para o território para ajudar no reestabelecimento do fornecimento de energia eléctrica.

Não esquecer que Elon Musk também já se comprometeu a resolver os problemas da rede eléctrica na Austrália (e fazê-lo num prazo de 100 dias... que por esta altura já deverá estar a aproximar-se do fim). Esperemos que sejam promessas que não fiquem por cumprir... já que no campo da produção dos Model 3, os planos parecem estar bastante atrasados face ao que estava planeado.

1 comentário:

  1. O projecto dos balões é uma palermice como uma solução de longo prazo, mas para curtos prazos em situações de emergência parece viável. Para o longo prazo é óbvio que terá de ser o 5G ou Internet Via Satélite.

    A electricidade parece interessante, por um lado painéis solares com baterias, mas por outro eles precisam de energia eólica e a solução ideal na minha opinião seria algo do género "SheerWind", por tanto algo que pudesse ser instalado de forma discreta (aquela estrutura base pode ser camuflada) mas que fosse muito eficiente.

    ResponderEliminar

[pub]