2017/11/01

Best Buy deixa de vender iPhones X e 8 a pronto


Se há coisas em que muitas vezes invejamos os consumidores norte-americanos; noutras há que temos que reconhecer estar muito melhor servidos que eles... como acontece com a compra de iPhones desbloqueados e sem obrigatoriedade de fidelização ou compra a prestações.

Ao contrário do que acontece por cá, quem quiser comprar um iPhone X directamente da Apple tem obrigatoriamente que ter um contrato já feito com um dos operadores, pois ainda não está disponível em versão desbloqueada. Para piorar ainda mais a situação, também o gigante Best Buy avança com a ridícula decisão de deixar de vender o iPhone 8 e iPhone X a pronto, obrigando os interessados a optarem pelo pagamento a prestações e com fidelização com um operador.

Incompreensivelmente, a Best Buy justifica esta decisão com o facto da compra a pronto ser mais cara (!) do que a compra a prestações - mas não fazendo qualquer esforço para explicar porque motivo isso acontece. O resultado é que os consumidores norte-americanos deixa sequer de ter essa opção de escolha; enquanto que do lado da Best Buy se assiste ao cenário ridículo da empresa dizer que "assim podemos voltar ao método tradicional"... tentando incutir a ideia de que os smartphones se devem comprar a prestações e não a pronto.

... Talvez seja uma daquelas coisas que só com a educação se poderá resolver, demonstrando aos mais novos (por exemplo directo) de que muitas coisas não se devem comprar a crédito ou prestações "apenas só porque sim"... sendo que poderá ser mais saudável poupar até ter dinheiro para a comprar a pronto (ou optar por algo que fique dentro das suas capacidades financeiras).

2 comentários:

  1. Os americanos a fazerem coisas de americanos...

    ResponderEliminar
  2. A esmagadora maioria compra online e nas lojas físicas, opta primeiro pelas Apple Stores e só no fim, opta pelas lojas do operações e no último caso, em situações de stocks escassos como vai acontecer com o iPhone X. Ou seja, a decisão da Best Buy nem sequer deverá ter impacto. Ah... e os equipamentos nos EUA, apesar da ligação ao operador, estão desbloqueados... isso acontece, pelo menos, com os equipamentos da Verizon (obrigados pela FCC, porque é uma rede CDMA e não GSM) e T-Mobile (por opção comercial).

    ResponderEliminar

[pub]