2017/12/26

Cidade nos EUA vai fechar estradas para evitar trânsito excessivo das apps de navegação


O recurso às apps de navegação permite aos condutores minimizarem o tempo passado nas filas de trânsito, mas uma consequência indesejada disso é poder redireccionar uma quantidade excessiva de trânsito para estradas locais que não estão preparadas para lidar com esse volume acrescido.

Quem usa uma app de navegação que já lhe tenha sugerido ir por outro caminho para evitar uma fila demorada já se terá rendido às vantagens da tecnologia; no entanto nem todos apreciam que isto aconteça, especialmente se o resultado for reencaminhar centenas ou milhares de veículos por estradas residenciais, que rapidamente ficam entupidas e impedem que quem lá mora possa sequer entrar ou sair de casa.

É uma situação que está a fazer com que uma pequena cidade nos EUA esteja a considerar encerrar estradas a "forasteiros" nos períodos de maior trânsito, e que está a gerar polémica.


É que a táctica de encerrar estradas para permitir o trânsito apenas aos residentes já foi tentada, e o efeito foi apenas transferir o excesso de trânsito nestas ruas para outras mais ao lado. Será natural assumir que, por muitas estradas que o município pense encerrar, o mesmo volte a acontecer. Para além disso, há também quem dispute a legalidade de se poderem "encerrar" estradas públicas, em que todas as pessoas deviam poder transitar.

... O verdadeiro problema é que há excesso de veículos nas estradas, e até que esse número seja reduzido ou se implementem formas mais eficientes de circulação (com veículos autónomos, por exemplo), todas as tentativas de resolver estas situações servirão apenas para disfarçar o problema ou empurrá-lo para algum lado em que se torne um problema que sejam outros a ter que lidar com ele.

Mas mais curioso será pensar quantos dos condutores que se acham no direito de "entupir" estradas residenciais de outras pessoas, fariam todos os possíveis para que tal fosse impedido... se o mesmo se passasse na sua própria rua.

1 comentário:

[pub]