2017/12/20

Reino Unido quer internet a 10Mbps para todos em 2020


O Reino Unido quer fazer com que o acesso à internet a velocidades minimamente decentes seja um direito fundamental dos cidadãos, e que os operadores fiquem legalmente obrigados a fornecer velocidades de pelo menos 10Mbps a qualquer pessoa até 2020.

O acesso à internet é hoje algo que se pode considerar fundamental - especialmente com a "digitalização" de serviços, que passam a exigir que os cidadãos utilizem a internet para aceder ou submeter documentos. Por isso, no Reino Unido surge esta exigência de que os operadores tenham que fornecer um acesso com velocidade de pelo menos 10Mbps a qualquer cidadão que queira aceder à internet.

Como seria de esperar, os operadores não estão muito contentes com esta exigência, dizendo que este requisito deveria ser um compromisso voluntário assumido pelos operadores e não uma obrigação legal e contratual - mas o departamento britânico responsável considerou que só esta obrigatoriedade será capaz de garantir que todos os cidadãos tenham acesso a esta velocidade de acesso até 2020, independentemente do local do país onde se encontrarem.

Segundo as estatísticas, 4% dos lares e empresas no Reino Unido não têm acesso a ligações de pelo menos 10Mbps, o que se traduz em mais de 1 milhão de pontos de acesso actualmente negligenciados pelos operadores - com maior preponderância nas zonas rurais.

... Interrogo-me se por cá não seria necessária uma medida idêntica, considerando que, por cada cliente "bem servido" nas zonas urbanas, existirá outro que não tem esse privilégio e tem que se resignar a aceder à internet à velocidade "que for possível".

3 comentários:

  1. Concordo totalmente, não sei até que ponto os 10 megas sejam exequíveis, mas pelo menos 8 megas em qualquer habitação e também um valor mínimo garantido na prestação de serviços de Internet. Muitas vezes as empresas vendem 100 ou 200 ou 1gb mas o que de facto tem custos é garantir em horas de pico um mínimo, que entendo que também não deva ser muito elevado para que o consumidor não tenha de pagar uma rede demasiado sobredimensionada.

    ResponderEliminar
  2. Fixe, isso quer dizer que teremos uns 5Mb cá em Portugal lá para 2050!
    Nem tudo está perdido... :P

    ResponderEliminar
  3. Sim, numa zona do concelho de Almada, mesmo às portas de Lisboa, não há internet fixa a mais do que 2 ou 3mb! Sem fibra e caixa muito longe do ponto de acesso. E ninguém disponível para fazer algo em relação a isso... Ainda por cima o cliente é uma escola. Enfim, teve que se recorrer ao 3G móvel (que 4G também não há) e mesmo assim!

    ResponderEliminar

[pub]