2018/01/05

Impacto dos smartphones está a ser positivo no ambiente


Temos visto por inúmeras vezes os aspectos negativos do voraz apetite dos consumidores pelos smartphones, resultando em milhões de smartphones enviados para o lixo e com processos de reciclagem nem sempre tão eficientes quando seria desejável. O que não temos visto, é que mesmo assim... o saldo tem sido manifestamente positivo para o ambiente.

É fácil vermos o desperdício gerado por milhões de smartphones que anualmente ficam obsoletos e vão para o lixo; por outro lado, não é tão fácil vermos aquilo que não existe. Por cada smartphone comprado há menos um rádio, leitor MP3, câmara, navegador GPS, bloco de notas digital; e o resultado não é tão pequeno quanto se possa imaginar.

Num estudo realizado pela Fraunhofer USA, comprova-se que os norte-americanos têm actualmente menos 400 milhões de equipamentos electrónicos do que tinham há 5 anos atrás e, não menos importante, o consumo de energia foi também substancialmente reduzido. Dos 193TWh gastos pelos equipamentos electrónicos domésticos em 2010, passamos para 143TWh em 2017, uma redução de 25%.

Mais, para por as coisas em perspectiva, só os 284 milhões de televisores nos EUA gastam 35 vezes mais energia que os 238 milhões de smartphones (na verdade até os 104 milhões de telefones sem fios "burros" gastam mais electricidade que todos os smartphones no território), e os 113 milhões de rádio-despertadores gastam mais que todos os 140 milhões de tablets.

Por isso, embora muito haja que fazer para promover a correcta reciclagem dos equipamentos electrónicos modernos, há também que ter a perspectiva global de todo o impacto que têm tido, a nível de tornar dispensável dezenas de outros produtos electrónicos e os seus consumos mais elevados.

3 comentários:

  1. Sensibilizar para comprar e vender aparelhos energeticamente económicos.

    ResponderEliminar
  2. Contínuo a sonhar com smarphones modulares

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca tiveram futuro, os únicos equipamentos eletrônicos possíveis de serem modulates são os desktops por causa do tamanho, a não ser que surja uma grande evolução no hardware.

      Eliminar

[pub]