2018/01/08

Oukitel K10 vem com bateria de 11000mAh


A Oukitel já é conhecida pelos seus smartphones com baterias de grande capacidade (lembram-se do K10000 Pro?) e para começar o ano de 2018 em grande, prepara um novo modelo K10 com bateria de 11000mAh.

O Oukitel K10 vem juntar-se à família de smartphones que se enquadram na categoria de "power bank com smartphone integrado" e para isso basta olhar para a sua bateria de 11000mAh, maior que a de muitos power banks no mercado.

Embora esteja seja a sua característica principal, no resto também não se fica mal servido, com um ecrã Full HD 18:9 de 6", CPU Helio P23, 6GB+64GB, câmara dupla traseira de 21MP+8MP, câmara dupla frontal de 13MP+8MP, Android 7.1.1, sistema de carregamento rápido 5V/5A(!) que promete carregar completamente a bateria em pouco mais de 2 horas (ou obter 2.5 horas de autonomia com apenas 5 minutos de carga).

Para demonstrar o que vale, a Oukitel deixou-o reproduzir vídeo de forma ininterrupta com o brilho do ecrã no máximo, e obteve o bonito valor de 21 horas... suficiente para fazer grandes maratonas de vídeo ou - mais provavelmente - assegurando que em utilização normal poderão usar o K10 por vários dias sem se preocuparem com recarregamento.

O K10 deverá ficar disponível já no próximo mês e tem um preço de 253 euros.


3 comentários:

  1. Mas dá para comprar?
    Como?
    O link do site não funciona. Onde se vende em PT / UE?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://www.gearbest.com/cell-phones/pp_1549830.html?wid=11&lkid=11421995

      Mas está em pré-venda

      Eliminar
  2. Infelizmente com estas "marcas" a única forma de valer a compra é se forem suportados por firmware de terceiros tipo "LineageOS" e tal só é possível em modelos principais com componentes muito conhecidos e aos quais existe suporte por parte dos fabricantes.
    O novo Android que anda para sair que será mais "universal" parece promissor, será no fundo um "windows" que poderá correr em determinados casos em sistemas que não foram concebidos para ele mas em que existem certos padrões mínimos. Mas para já ainda se está para ver como vai ser na prática.

    ResponderEliminar

[pub]