2011/01/11

Motorola Atrix - o Smartphone Transformista



Apresentado na CES, o Motorola Atrix será talvez um dos produtos mais curiosos que pudemos ver. Um potente smartphone com processador dual-core, que instantaneamente se pode transformar num computador de secretária com ecrã LCD de grandes dimensões e teclado, ou num portátil, bastando colocá-lo na dock adequada.

O seguinte vídeo demonstra como tudo funciona, e poderá servir para vos elucidar quanto à sua funcionalidade.

Pessoalmente, gostava de ver algo deste tipo a surgir de forma standard, possibilitando que todos os equipamentos fossem utilizáveis por múltiplos dispositivos compatíveis. (Idealmente, tal poderia/deveria ser feito até sem fios, dispensando uma docking station - quanto muito com uma base que servisse também de carregador sem fios. :)

3 comentários:

  1. João Sousa11/1/11 10:45

    Desde que comecei a ouvir os suspiros por smartphones com dualcores/tricores/quadcores e 1GB/multiGB de Ram (por comparação, o pc onde trabalho com o Photoshop tem 768MB), sempre me questionei se havia justificação para tanta capacidade de processamento num telefone. Ou por outra, não tanto se havia justificação para tal processamento, mas se havia justificação para usar num telefone as aplicações que necessitavam dessa capacidade. O que pensava era que, se temos num telefone níveis de computação aproximando-se do de um desktop, devia ser criada uma forma de o telefone cumprir esse papel. E este vídeo faz-me pensar se as notícias de a Microsoft querer portar o Windows 8 para processadores ARM terão algo a ver com este tipo de dispositivos.

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que há lugar para 2 classes de dispositivos, os aparelhgos que tiverem verdadeira "potência" local, como é o caso destes, e que permitirão fazer muito (tudo?) aquilo que até agora tem sido feito nos desktops;
    Mas também para aparelhos menos potentes, que sirvam apenas de "visor" para o processamento feito num servidor remoto (tipo os serviços online, Meo Games) - embora neste caso fiquem drasticamente dependentes da necessidade de uma boa ligação à rede.

    Depois caberá a cada um analisar qual melhor servirá os seus propósitos. :)

    ResponderEliminar
  3. Este telemóvel tem um programa chamado cytrix que permite usar um emulador do Windows e trabalhar em Microsoft Office.

    É qualquer coisa de revolucionário. Só queria saber mais do modo Webtop, se tem media player, se se pode usar os do Android Market...

    Espero que quando o Meego for anunciado também apareça um produto deste género.

    ResponderEliminar

[pub]