2011/02/17

TMN "e" Ilimitado Chumbado pelo ICAP

Notícia em primeira mão, e que decorre na sequência do célebre post das artimanhas bem comuns no nosso país sobre nos venderem serviços "ilimitados"... mas com limites.

Neste caso, trata-se do hiper-publicitado tarifário "e" da TMN, que como escrevi na altura, também apregoa voz, sms e internet ilimitada desde 15€ por mês. Algo completamente falso, como todos sabemos, já que pesquisando-se mais um pouco se descobre que esse "ilimitado" afinal se traduz em limites de 500MB para dados, 2000 minutos de conversação mensal, e 1500 SMS diários.


Actualização: já temos página do Facebook desta iniciativa, e já começa a chegar também à comunicação social.


Pois bem, o meu caro colega Nuno Barros decidiu fazer algo quanto a isto, e apresentou queixa no ICAP (Instituto Civil da Autodisciplina da Comunicação Comercial) - que agora veio dar por confirmado aquilo que era esperado: esta campanha do tarifário "e" da TMN é publicidade enganosa, e como tal a sua divulgação deverá cessar de imediato!


Na acta é referido também a contradição que é utilizar expressões como "sem limite" e o preço  "a partir de". Afinal, por este andar qualquer dia ainda se lembram de oferecer tudo ilimitado... "a partir de 0€"! E onde 0€ vos dá direito a nada, e o ilimitado depois acaba por custar 1000€ por dia.

Podem ver a acta em:
[Acta da Decisão do ICAP TMN "e" (pdf)]

P.S. A TMN ainda não deve ter recebido a decisão, já que no seu site, ainda podemos ver a publicidade do costume:



P.S.2 - Agora só falta sensibilizar as pessoas para que se faça o mesmo para todos os outros serviços "ilimitados". Num caso concreto, um amigo meu tem tido a ligação à internet cortada pela ZON... por excesso de tráfego!... Algo que se pode considerar estranho num tarifário que igualmente apregoa tráfego ilimitado e sem qualquer indicação - mesmo em letras pequenas - de qualquer limite de dados mensal.


Actualização:
Numa resposta ao Nuno, o ICAP clarificou algumas questões, que podem ajudar a perceber porque motivo a TMN pode simplesmente ignorar tudo isto - a não ser que todos façam tal barulho que eles sejam obrigados a reconhecer publicamente que não podem continuar a tratar os consumidores como "burros".

1- O ICAP é um Instituto Privado sem fins lucrativos, e não aplica, portanto, coimas aos não cumpridores.

2- A TMN não é sócia do ICAP, assim não está vinculada aos normativos do Instituto, ou seja, não é obrigada a acatar as decisões por nós emanadas.

3- A deliberação do ICAP relativamente à sua reclamação apenas se pronunciou sobre o suporte internet, porque, foi esse sobre o qual V. Exa. se queixou. É que nos termos dos nossos regulamentos, um anúncio ilícito num suporte não quer dizer que o seja num outro.

4- Sobre os outros suportes, terá de, se assim o entender apresentar nova queixa, e neste caso, se o JE entender, que a publicidade da TMN é ilícita, o ICAP poderá recorrer aos meios associados do ICAP solicitando a suspensão da campanha.

Tudo isto sem prejuízo de V. Exa. se queixar junto da entidade competente, qual seja a DGC- Direcção-Geral do Consumidor.

Ou seja... mesmo sabendo-se que isto é um abuso... a TMN poderá simplesmente continuar a fazer o mesmo como se nada se passasse... É o País que temos.

Actualização:
Talvez procurando evitar um incidente de maiores proporções, a TMN já alterou o palavreado... mas mesmo assim acho que não mudaram nada.

23 comentários:

  1. Muito bom, agora a ver se eles se agacham e oferecem o que dizem ou então se acabam com o tarifário :D

    ResponderEliminar
  2. @Cruz

    Não se trata de acabar com o tarifário, mas sim simplesmente chamarem as coisas pelos nomes. É apenas isso que se pede (e se deve *exigir*) a todas companhias/operadores/etc. quando anunciam um produto ou serviço.

    ResponderEliminar
  3. olha outro
    http://negocios.vodafone.pt/tarifarios/dados/
    de 7.2 para cima "nao tem limites"
    dps poe em letrinhas pequenas!

    ResponderEliminar
  4. A grande questão que me levou a reclamar é que os operadores (e outras grandes empresas) estão habituados a fazer o que querem e bem lhes apetece com o "zé povinho". Não interessa se o que anunciam está ou não correcto, o que interessa é que a sua publicidade faça aumentar os seus lucros, mesmo que para isso estejam a enganar-nos a todos.

    @BUGabundo,
    Podes aproveitar para fazer queixa da Vodafone, isto para não ser sempre o mesmo :)

    ResponderEliminar
  5. Boas...
    Será mesmo necessário apresentar queixa?
    Uma empresa tenta vender «banha da cobra», «gato por lebre», (qualquer outro tipo de analogia) e tem apenas de suspender a publicidade??? E o cliente potencialmente induzido, (BURLADO), como fica?
    A autoridade devia era obrigar a empresa a proporcionar ao cliente o que publicita, ou seja um tarifário sem limites.....

    ResponderEliminar
  6. É realmente vergonhoso. Já tinha reparado nos limites porque era finalmente um plano de dados interessante e tinha reparado no limite de 500GB. O que não deixa de ser dos melhores tarifários mas o que realmente conta aqui é a (des)honestidade que têm para com os clientes.

    Parabéns ao Nuno por ter tomado uma iniciativa que todos nós deveríamos ter sempre que coisas destas acontecem!

    ResponderEliminar
  7. e a ASAE ainda não fechou a TMN ? Isto é uma autêntica burla para lucrar milhões...
    Se fosse um comerciante pequeno já estava na cadeia.

    ResponderEliminar
  8. Mas a sanção é apenas terminar ou rectificar a publicidade ? Não há coimas ? Sendo assim o crime compensa pois entretanto já umas centenas de clientes com olhos tapados foram burlados

    ResponderEliminar
  9. Porque não criar uma onde de movimento contra esta campanha (e semelhantes) no facebook - e contra as marcas que fazem este tipo de publicidade enganosa?
    Funcionou no famoso caso da Ensitel!

    ResponderEliminar
  10. Pior que a TMN.. ainda é a zon.. então nao é q aqueles camelos me tão a levar duas mensalidades na primeira factura por ter IRIS.. qnd no contrato não dizia isto... e como eu já são milhoes a queixarem-se...
    cuidado quem tem debito directo

    Carlos sabes algo disto?

    ResponderEliminar
  11. @Relvas

    Não, ainda não renegociei o contrato para a IRIS exactamente por não gostar de ser a "cobaia" inicial.
    Mas erros de facturação com cobranças indevidas não são novidade nenhuma na ZON. É triste ver a empresa que tanto se apregoa com sendo "líder do mercado" e coisas que tais, meter tanta água em coisas tão simples como essas...

    ResponderEliminar
  12. Se voçês lerem a acta vão verificar que a TMN não apresentou contestação, ou seja, estão a borrifar-se para o Nuno, para o ICAP, para os clientes. Entro nessa do movimento no Facebook.

    ResponderEliminar
  13. @Carlos, a ZON não se apregoa como "lider do mercado", é lider do mercado. A verdade é que depois de se terem separado da PT as coisas só tem vindo a piorar.

    ResponderEliminar
  14. @ Paulo,
    O problema é precisamente esse, a TMN está-se a borrifar para tudo e todos.
    Se quiserem, podem ler no meu site a resposta que recebi do ICAP acerca do incumprimento da decisão pela TMN (http://www.nbarros.net/?p=1090)

    Concordo a 110% com a criação de um movimento no Facebook, só não me ofereço para o fazer porque não pesco grande coisa de Facebook :)

    ResponderEliminar
  15. Já partilhei este post :)
    É o melhor que posso fazer.. Isso e inundarmos a pagina da tmn com reclamaçoes :)

    ResponderEliminar
  16. Quando vejo essas matérias penso que estão falando do Brasil!!! :)

    ResponderEliminar
  17. o ICAP é uma instituição privada, logo não tem qualquer poder

    como eles bem o dizem, a TMN não é obrigada a cumprir com qualquer deliberação de uma instituição privada, era o mesmo que um de nós mandar numa terceira pessoa, adulta e livre.

    mas também indicam, e bem, como proceder participar à DGC e digo à ANACOM que é de facto a entidade reguladora.

    claro que o ICAP se quisesse podia simplesmente enviar a denúncia e parecer para a ANACOM...

    ResponderEliminar
  18. Ok. Tudo bem. "Ilimitado" não é a palavra correcta MAS todos esses tarifários implicam uma política de utilização responsável..
    Não sou cliente da TMN. Mas não acham que 15€ não paga muito bem todos os limites do tarifário? Quem é que envia 1500 sms's por dia?
    Todas as empresas de telecomunicações móveis de voz e/ou dados têm limites.
    E as pessoas devem reclamar sim. Mas depois de ler as letrinhas pequeninas e antes de aderir a esses tarifários.

    ResponderEliminar
  19. @Sophia

    Trata-se apenas de fazer com que se chamem as coisas pelos nomes.
    Se eles vendem 500MB de internet, 2000min de voz, e 1500SMS por dia; porque não dizê-lo tal e qual?

    Em vez de se meterem com o "ilimitado"; que tanto de ilimitado tem que até chega ao cúmulo de haver pessoas que já "assumem", que o ilimitado afinal vem com limites.
    Isso, para mim, é que o grande problema. Abusar tanto de um marketing enganoso, que até faz pensar que o "problema" é das pessoas e não de quem tenta vender gato por lebre.

    E depois temos ainda casos piores, como o da ZON, onde o tráfego "ilimitado" tem limites, mas que a empresa se nega determinadamente a informar quais são.
    Isto só mesmo cá, porque a justiça é lenta e ninguém tem tempo, paciência, ou dinheiro, para aguentar anos em Tribunal a lutar contra estas coisas... porque se fosse nos EUA... a coisa provavelmente seria diferente se um cliente pagasse por algo ilimitado e depois visse a sua ligação cortada por "excesso de tráfego"...

    ResponderEliminar
  20. Isso é uma questão de portugês. E como dizes o caso da TMN acima exposto nem é dos mais flagrantes. Mas como cliente a escolha é sempre nossa porque empresa nenhuma nos impõe tarifário algum. E depois.. para quem não estiver satisfeito, existem outros tarifários em que se paga 9cênt por minuto e e por sms e um aditivo mensal de internet com os mesmos 500MB e pelo valor de +/- 10€. E depois digam me quantos 15€ carregaram no telemóvel num mês.

    ResponderEliminar
  21. Nos EUA as coisas não são assim tão diferentes:
    http://notebooks.com/2011/02/15/stop-the-unlimited-data-insanity-5-steps-to-saner-data-plans/

    ResponderEliminar
  22. Um post como o da Sophia mostra exactamente porque a TMN ainda f*** os utilizadores! Ela é tão tosca que ainda concorda que ilimitado tem limites. Enquanto houver pessoas assim será mais difícil defender nossos direitos. Não é atoa que escolheram Salazar como o melhor português de sempre. Bah

    ResponderEliminar
  23. quero minha net ilimitada de volta eu tenho uma pen de 7,5g ela era-me ilimitada depois que veio as alteraçoes par 15g por mes e depois a velocidade e os gbts e redusido nao presta esse sistema quero minha net como era ela ilimitada nao tinham nada que faser mudanças so porque veio a a nova definiçao quatro ge-4g estou insatisfeito com isso de sertesa essa porcaria so acontece aqui em portugal devolvem minha net afinal nos clientes pagamos pra ter uma coisa boa e nao uma porcaria desculpem falar assim mas e que ja estou saturado com isso afinal nos pagamos para que afinal para nao termos nada e enxer os bolsos dos outros a nossas custas isso nao esta nada serto quando minha net era ilimitada eu tinha gosto de pagar pelo o serviso mas agora com o estado de agora e melhor eu nem diser nada pois e uma vergonha nossa portugal a virar um pais de ladroes e corrupitos e ainda alguns tem cara de pilantra em falar mal do brasil mas o brasil e muito grande e tem de tudo mas aqui em portugal isso e vergonhoso

    ResponderEliminar

[pub]