2012/01/25

Impressoras 3D e o Futuro da Pirataria


É algo que recorrentemente menciono, e que não será uma questão de "se" mas sim apenas de "quando": e quando for possível imprimir objectos complexos e funcionais usando scanners e impressoras 3D?

Se por agora a "pirataria" tem por alvo as músicas, filmes, e livros digitais... e recorrentemente comparam tal partilha a "roubar". O que sucederá quando em vez de "roubarem" um carro, simplesmente puderem imprimir uma cópia dele? (Certo, não será coisa que se torne possível nos próximo 10 ou 20 ou talvez 30 anos... mas lá chegaremos.)

Com o salto para a cópia física, a sociedade será obrigada a encarar as cópias como algo comum e vantajoso para todos. Apenas espero que até lá, a "caça às bruxas" pela partilha de informação digital já tenha terminado, e que se tenham descoberto novas formas para compensar justamente os autores pelas suas criações... e que certamente não passarão por intermediários ditos "seus defensores".

1 comentário:

  1. Não vai ser as impressoras 3D que vão fazer isso vai ser a nano tecnologia, estou a escrever uma "novela" de ficção cientifica sobre isso :D vou ser o próximo asimov lol :D

    ResponderEliminar

[pub]