2012/03/07

O novo Apple iPad [2012]


A Apple revelou finalmente o seu novo iPad, e concretizou a maioria das coisas que se esperava.

Resumidamente: Retina display (2048x1536), novo CPU A5X melhorado com GPU quad-core; nova câmara de 5MP com capacidade para vídeo FullHD 1080p, voice dictation (não é Siri), e rede 4G/LTE.


Vamos então espreitar um pouco mais em detalhe para cada um dos melhoramentos...

[Actualização: rescaldo do novo iPad e uma ajuda para decidirem qual iPad comprar]

E... a nossa análise ao novo iPad.



Retina Display


Era a novidade mais aguardada, e que se concretizou. O iPad passa a ter uma resolução 4x superior aos modelos anteriores, num salto que repete o avanço feito pelo iPhone 4 e o seu retina display.
Será daquelas coisas que tem que ser visto ao vivo... pois a grande maioria das pessoas nunca terá visto tal resolução, nem num monitor desktop ou TV de grandes dimensões... quanto mais num ecrã de 9.7".



Para compensar os pixeis extra o novo iPad tem um CPU A5X melhorado, que duplica a potência gráfica (GPU quad-core) face ao iPad 2.
A minha dúvida é: será o dobro da potência gráfica suficiente para movimentar o quadruplo dos pixeis?

Foram apresentados alguns jogos que parecem demonstrar que sim, mas... imagino que só no próximo modelo se comece realmente a tirar partido de toda esta resolução em jogos 3D.


Nova Câmara


A câmara no iPad passa a 5MP com elementos ópticos melhorados, e é agora capaz de gravar vídeo Full HD 1080p com estabilização e redução de ruido.
(Será que vamos ver ainda mais pessoas a usar o iPad como câmara de vídeo/fotográfica?...)



Voice Dictation

Desilusão da noite, ainda não é desta que o iPad ganha acesso à Siri, apenas acesso ao voice dictation (em inglês, francês, alemão e japonês.) Mas sabendo-se que a Siri já tem dado trabalho que chegue à Apple, entende-se que não queira sobrecarregar ainda mais os seus servidores até que tudo esteja regularizado.

LTE/4G


O iPad ganha acesso às redes 4G, com velocidades até 72Mbps - mas só nos EUA isso já vai obrigar a duas versões 4G diferentes dependendo dos operadores. (No entanto, ambas suportam redes 3G "mundial")


Conclusão

Com espessura ligeiramente superior, a autonomia mantém-se inalterada, com 10h de autonomia e 9h e 4G.

Mais interessante serão os preços que se mantêm nos mesmos níveis, a começar nos $499 para a versão WiFi de 16GB (o iPad 2 de 16GB baixa para os $399)... e chega às lojas dos países de primeira linha já para a semana no dia 16... mas mais importante ainda, chega a Portugal no próximo dia 23 de Março.


Outra coisa que muitos esperavam: o novo iOS 5.1 chega hoje.

[fotos via gdgt e engadget]

E para terminar, eis o rescaldo das nossas previsões:
  • Retina Display (83%) - Confirmado
  • Dual Core Melhorado (53%) - Confirmado, dobro da potência gráfica (GPU quad-core)
  • Câmara Melhorada (91%) - Confirmado
  • Siri (84%) - Não, apenas voice dictation
  • 3G/4G (50/50%) - 4G ganhou
  • Botão "home" físico (73%) - Confirmado
  • Preços idênticos (77%) - Confirmado
  • Não apresentação de um mini-iPad (79%) - Não houve nada
  • "One more thing" (67%) - não até ao momento em que escrevi isto (depois se houver, venho corrigir! ;P)
Nem estivemos muito mal, pois não?...

E agora a pergunta final é mesmo: que tal vos parece este novo iPad? Cumpriu com o que esperavam e mal podem aguardar por ter um? Ou ficaram desiludidos e esperavam mais e melhor?



[Actualização: rescaldo do novo iPad]

26 comentários:

  1. Pode não ter tudo o que se desejaria (tipo siri), mas usando o chavão da apple, e o melhor ipad de sempre xD

    ResponderEliminar
  2. Pode não ter tudo o que se desejaria (tipo siri), mas usando o chavão da apple, e o melhor ipad de sempre xD

    ResponderEliminar
  3. Carlos Cardoso7/3/12 19:42

    Caro Carlos, muito desiludido até por que estava à espera que a Apple me convencesse a comprar o seu "tablet". O meu Asus TF101 (ICS) já tem destino e seria uma óptima oportunidade para tal.
    Mas não, nada do que foi apresentado me irá demover da Android e da Asus em particular, com o seu TF700 (acho que seja esta a referência).
    'Androidit'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis Faria7/3/12 20:43

      Que esperavas? Este iPad é completamente novo! Como diz o Tiago, o melhor até agora, nao sei do que estavas á espera que anunciassem mais.
      Atenção que isto nao é só hardware, o software disponível também conta.

      Eliminar
    2. Carlos Cardoso7/3/12 21:04

      Estava à espera de algo que fizesse realmente a diferença. Quanto ao software, para mim conta pouco, tudo o que possa fazer de mais "pesado" faço-o no PC. Não me estou a ver fazer edição de video e/ou imagem num "tablet". Nem tão pouco me impressiona a camera de 5M com "isto e aquilo", quando tenho uma máquina fotográfica razoável. E se quero ouvir música de qualidade, tenho um iPod 3G... Sim, tenho um iPod 3G de que gosto muito...
      Mas volto a dizer, o "Android" cativa-me e dá-me mais liberdade que o iOS.
      Para terminar, acho que o Steve Jobs não teria feito esta apresentação (nem do 4S).

      Eliminar
    3. Luis Faria7/3/12 21:55

      "Estava à espera de algo que fizesse realmente a diferença. ", não consigo perceber o quê......mas ok.

      Quando a Apple lança novos produtos é sempre assim, as pessoas elevam muito a fasquia e depois ficam desiludidas. Mas o que se tem revelado é que realmente vendem muito, exemplo disso é o 4S.

      Eliminar
  4. Anónimo7/3/12 19:50

    Não se chama iPad 3 HD nem nunca foi referido esse nome. Simplesmente chama-se "the new iPad ".

    ResponderEliminar
  5. Anónimo7/3/12 19:50

    Não se chama iPad 3 HD nem nunca foi referido esse nome. Simplesmente chama-se "the new iPad ".

    ResponderEliminar
  6. Só espero que venham rapidamente os tablets android com este tipo de resolução ou com dpi ao mesmo nível e com a mesma autonomia.

    ResponderEliminar
  7. Fiquei sem perceber. O que queriam que o novo iPad tivesse mais, em termos de hardware

    ResponderEliminar
  8. parece uma boa altura para comprar mais um iPad 2 cá para casa. desta vez para mim :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos Cardoso7/3/12 21:28

      Aí está uma vantagem do "The new" baixar os preços do 2

      Eliminar
  9. Anónimo7/3/12 21:32

    Sinceramente, chamar um iPad completamente novo a isto parece-me exagero. É uma versão melhorada do iPad 2, de destacar a resolução impressionante, a câmara não é mais que o mínimo e o processador, apesar de ser muito melhor, a ver vamos se toma conta do aumento dramático na resolução...

    ResponderEliminar
  10. Carlos Cardoso7/3/12 21:48

    To rest my case:
    http://goo.gl/5pxF7

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis Faria7/3/12 21:59

      Comparam um tablet que sai na próxima semana com 3 tablets que ainda nem data de lançamento têm.

      Porreiro.

      Eliminar
  11. Isto é um deja vu completo. A Apple apresenta um produto novo e chovem opiniões a dizer "oh isto não é nada de especial", "estava ah espera de melhor", "não é propriamente uma grande novidade", etc. Mas depois, invariavelmente, acabamos por ter nas mãos mais um retumbante sucesso de vendas que todos os concorrentes vao querer imitar.
    O padrão aqui é muito simples de reconhecer: os produtos da Apple sao sempre subestimados ao inicio pelos aficionados da tecnologia, mas essas opiniões têm sido consistentemente ignoradas e ultrapassadas pelo mercado real.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sucesso de vendas não significa qualidade do produto em si, markting, sensacionalismo e ostentação fazem o trabalho e infelizmente não é so na apple, mas aqui é o caso mais gritante lol
      Não estou a dizer que o produto é mau, até porque o acho muito bom (não quero discussões com fanboys)

      Eliminar
  12. Uma curiosidade: o ecrã deste "new iPad" tem aproximadamente tantos pixels por polegada como... o Sapo A5. São 264 e 267 ppi respectivamente. Não que seja pouco! De todo! É impressionante e sem precedentes num ecrã de 10".

    Mas Carlos, se queres um preview do tamanho dos pixels do novo iPad, olha bem para o teu A5. :) Eu tenho uma miopia brutal e sem óculos nem lentes de contacto tenho de colocar o ecrã a 5cm do nariz, e no A5 é-me dificil ver os pixels (só com algumas cores, como o fundo do Tweetdeck). No iPhone 4 então, com os seus 326 ppi, parece-me mesmo impossível ver pixels a olho nú. Nos tablets é que não havia nada de semelhante...

    ResponderEliminar
  13. Sucesso de vendas permanente e renovado durante anos seguidos tem que ser obrigatoriamente acompanhado por muita qualidade. Não há marketing que resista a isso.

    ResponderEliminar
  14. Depois do iphone4s ser apenas uma alteração ao anterior e as vendas a valer a pena parece que a apple quer mesmo ir por esse caminho de lançar meias versões (é o que o iphone4s e esta coisa lançada hoje são) ao preço «normal» ou astronómico porque afinal existe muita gente a quem a crise é uma coisa que não lhes assiste!
    Tantas criticas e comparações ao «Voice Dictation» do Android em relação ao Siri e afinal voltam a fazer asneira ao não disponibilizar o Siri num produto «novo»!

    ResponderEliminar
  15. Olá. Sem querer criar guerras nem conflitos, venho aqui deixar algumas palavras para a descricação de um IPAD VS Concorrência, para tudo à gostos e para gostos existem soluções. Melhor ou pior cabe a cada um dicidir porque comprar um IPAD e não um "TABLET". Há um ano atrás eu dizia "Apple nem pensar", quando comprei o IPAD2 e passadas 2 semanas já não podia passar sem ele. Nunca tinha mexido no IOS e rápidamente me adaptei pela simplicidade e velocidade com que tudo se abre e fecha. Se o 2 é bom o 3 deixará certamente muitos de boca aberta. As expectativas de cada um são diferentes mas a quantidade de IPADs2 vendidos falam por si. E por fim experimentem entregar um TABLET com Android e um IPAD com IOS a uma criança de 4 para brincar e até aprender, e depois vejam a diferença na reacção de apredizagem e manuseio do sistema. A Aplle leva pontos positivos. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só posso concordar contigo, desde que toquei num iPad não quero outra coisa

      Eliminar
    2. Anónimo8/3/12 23:34

      não se pode por em questão os gostos pessoais, cada qual tem o seu e ainda bem que assim é. Mas acho estranho a Apple criticar o Android por lançar tantos modelos e versões diferentes, mas parece-me que as tendências estão a inverter-se... a Apple antes dava saltos grandes em relação ao modelos anteriores, agora, tanto nos tablets quanto iPhones vai lançando upgrades. Já a Google, tenta (a ver vamos se consegue) uniformizar mais o sistema, impondo aos fabricantes actualizações forçadas... Pessoalmente não gosto dos produtos Apple (e já lhes toquei em todos! :D, mas é uma opção pessoal, não sou contra, aliás, acho que faz muita falta.

      Eliminar
  16. Sinceramente estava à espera de um "wow effect" ainda maior. De facto a Apple habituou-nos a subir as expectativas (se calhar em demasia).
    No entanto convenceram-me. Acho que está na hora de investir no novo brinquedo.
    Apenas existe algo que me deixa um pouco reticente: com ou sem 4G?
    O 4G mais mês menos mês chega a Portugal e depois até porque 1Gb para o iPhone tem-se revelado um pouco "justo", daí poder ponderar por um segundo cartão.
    O problema é que la li qualquer coisa sobre as frequências que o 4G/LTE vão trabalhar em Portugal, serem diferentes das que o novo iPad está preparado. Ou seja, o 4G/LTE do novo iPad não funcionará com o 4G/LTE existente em Portugal?
    Se assim for, será a versão com wi-fi que irei adquirir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, tudo indica que o ambos os modelos 4G dos EUA não funcionarão com as frequências 4G europeias.

      (É certo que por cá ainda estão agora a sair do papel, mas é pena a Apple não ter previsto essa situação.)

      Eliminar

[pub]