2012/06/11

Apple Apresenta Novo iOS 6


Para além dos novos MacBooks e OS X, a sessão de abertura da WWDC da Apple apresentou-nos também o novo iOS 6.


Siri Mais Inteligente


Como não podia deixar de ser, a Apple voltou à carga com a Siri. Uma Siri que ganhou inteligência, e que agora pode responder a perguntas sobre resultados deportivos, informações sobre jogadores (tal como se um jogador da NBA é mais alto que outro, etc.) Não sei até que ponto é que isto será útil fora dos EUA, e para outros jogos que não os "americanos", mas... para os fanáticos do desporto nos EUA, sem dúvida que será uma funcionalidade bem apreciada.


A Siri passa também a ter mais inteligência na procura de restaurantes, e graças à parceria com o Open Table, pode fazer-se logo a reserva nos mesmos.

Mais útil (para mim), será a integração com o Rotten Tomatoes.


Podemos agora perguntar à Siri por filme de determinados actores ou realizadores, ou sobre horários em determinados cinemas. (Se funcionará por cá?... Duvido muito... Se bem que a Apple adicionou suporte para várias nova linguas, e a pesquisa "local" para todo o mundo.)



Eyes Free


Sabendo-se que a Siri se torna mesmo "desejável" quando se está ao volante, a iOS 6 passa a contar com o modo Eyes Free, que contará com um botão específico em automóveis de diversas marcas (BMW, Mercedes, GM, Toyota, Audi, Honda, etc.) para activar a Siri.


Integração com o Facebook


Também se concretiza a rumorizada integração do Facebook a nível do sistema (tal como já tinha sido feito com o Twitter.) No entanto, aqui a integração vai mais longe, já que também na App Store e no iTunes temos integração com o FB, para fazermos "likes", e vermos quais dos nossos amigos gostaram das coisas.

Também os contactos passam a poder ser sincronizados, e os eventos do Facebook e aniversários aparecerão automaticamente no calendário.


Mandar tweets e actualizações para o Facebook passa agora a ser mais directo, pois estão acessíveis a partir do centro das notificações.


Telefone


E porque um iPhone também serve de telefone, surgem agora algumas opções práticas para quando não podemos atender alguém no momento: com opções de responder com mensagens pré-definidas (tipo: "estou no cinema, ligo-te mais tarde"), ou a opção de nos lembrar mais tarde que esta pessoa ligou - quer por tempo, quer por local ("quando sair daqui".)


Do Not Disturb


Outra funcionalidade bem necessária e bem vinda, a opção de não sermos perturbados a certas horas do dia/noite. Ideal para que se possa passar uma noite descansado sem levar com a luz do ecrã a aceder, ou barulho das notificações que chegarem durante a noite.

Mas, como há sempre coisas que podem ter prioridade, podemos definir grupos de contactos que ultrapassam esta regra, assim como definir que tentativas múltiplas de chamadas feitas num curto espaço de tempo façam tocar o iPhone.


Facetime via 3G


E provando que mais vale tarde que nunca, o FaceTime passa finalmente a poder funcionar sobre rede celular! Já nem esperava que tal acontecesse... mas pronto.
Falta agora cumprir a outra parte da promessa, que parece continuar esquecida: de que a Apple iria abrir o protocolo FaceTime a quem o quisesse utilizar... Mas quanto a isso parecem estar amnésicos!



Safari Mobile

O Safari também sofre bem necessárias actualizações. Para além das tabs sincronizadas via iCloud, e modo fullscreen em modo horizontal, passa a ter lista de leitura em modo offline (à lá Instapaper?), e... mais surpreendente: possibilidade de fazer upload de fotos em formulários web!


Outras novidades


Passamos também a ter possibilidade partilhar photostreams com amigos, ter contactos "VIP" com secção especial na Mail.app para garantir que não perdemos um dos seus emails no meio de todos os outros, assim como acesso imediato aos emails marcados como importantes.



Podemos também inserir fotos ou vídeos num email (sem ser necessário os truques do "copy-paste"), e abrir documentos protegidos por password.

E por último... aquilo que tinha pedido e alguns diziam não ser possível: a mail.app passa a contar com o pull to refresh! :)


O iOS6 continua a dar também grande atenção aos utilizadores com necessidades especiais: havendo agora novos modos que permitem desactivar parte das Apps, para ignorar toques acidentais, e também modos "single-app" que permitem apenas executar uma App (algo que potencialmente poderá potenciar o uso de iPads em mais situações... tipo testes nas escolas?)


Passbook


Vindo do nada, a Apple apresentou uma nova App: o Passbook. Uma App que pretende reunir todo o tipo de cartões, passes, e bilhetes digitais - e assim tornar o iPhone numa verdadeira carteira digital.
Tem algumas funcionalidades interessantes, como o facto de poder haver passes georeferenciados, e também se tratarem de bilhetes dinâmicos. Por exemplo, um bilhete de avião pode informar-vos que o vôo está atrasado, ou que a porta de embarque foi alterada. Interessante... mas mais interessante seria se se tratasse de um sistema standard multi-plataforma...


Os novos Mapas


 E guardado para o fim... os esperados mapas que marcam o "adeus" ao Google.



Os mapas do iOS 6 contam também com informação de trânsito recolhida anonimamente por todos os iPhones, e... finalmente trazem também navegação turn-by-turn (e com integração com a Siri). Um pormenor engraçado, a navegação funciona mesmo com o "lock-screen", o que é simpático. Resta saber se funcionará em modo offline... mas, mesmo que não, sempre é melhor que nada - e com Androids e iOS a oferecem navegação GPS gratuita, parece ter chegado ao fim o mercado para soluções de navegação GPS pagas. (Actualização: os mapas parecem ser da TomTom)


Quanto ao modo 3D, para além do modo 3D "normal" à Google Maps, temos o novo modo "fly-by" que apresenta as tais imagens visualmente impressionantes. Mas que, tal como disse anteriormente... restará saber se terão utilidade prática no dia a dia. Pessoalmente, penso que seria bem mais útil ter imagens tipo streetview, que nos permitem espreitar os números das portas e a localização de lojas e locais, do que esta modo 3D aéreo.
(Espero que o Google não se esqueça dos utilizadores iOS, e tal como oferece uma App para o Google Earth, venha a oferecer uma nova App do Google Maps para substituir a que desaparece e que vinha com o sistema.)



O iOS 6 fica disponível desde já para os developers, chegando ao público no Outono (certamente por altura do lançamento do "novo" iPhone.)

Apenas uma última referência para o modo "Lost Mode", que em caso de perderem o iPhone permite que enviem um número para o qual a pessoa que o encontrar pode contactar-vos automaticamente. Simpático... mas que não fará milagres caso a pessoa não tenha as melhores intenções...

... Agora vai ser digerir estas e todas as outras centenas de pequenas alterações que se irão descobrindo nos próximos dias.

[fotos via theverge]

40 comentários:

  1. Viva

    Fiquei azedo..., mais do mesmo, a verdadeira inovação deve ficar para o iOS7..., paciência...

    Icons dinâmicos: 0
    Siri PT: 0
    Turn-by-Turn offline: 0
    Facelift no visual do iOS: 0

    ... Não acordes não Apple...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. ... Só falta dizer:

      Como o 3GS vai ser vendido nos "mercados emergentes" (por acaso vivi 3 anos num país "emergente"- o que quer que isso seja- e lá só compravam a última novidade...) leva com uma versão mini do iOS6...

      O iPad1 (mais potente que o 3GS), como já não se vende oficialmente... fica de fora (à boa maneira Android)..., dass..., tá tudo louco...,

      Volta Steve que estás perdoado... (ou isto ainda são ordens tuas?)

      Eliminar
  2. O ipad 1 corre perfeitamente este novo iOS...estas jogadas de marketing eram escusadas por parte de uma empresa que vende milhões....enfim penso que não é bem pensado isto porque vai deixar muitos consumidores furiosos...ainda por cima um dos pontos fortes da apple face aos dispositivos android é o suporte continuado aos equipamentos de gerações anteriores....esta decisao de nao dar suporte ao ipad 1 é pessima em termos estrategicos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São políticas que não são novas na marca: veja-se por exemplo a Siri estar disponível apenas no 4S, quando seria perfeitamente possível tê-la igualmente no 4 (e até no 3GS).

      Certamente estarão a deixar o iPad original de fora para forçar a ida para uma geração mais recente (ipad 2 ou 3)... e que poderá igualmente não ser "mal pensado" de um ponto de vista estratégico/empresarial.
      Afinal, um utilizador com um iPad 1 já estará na altura de pensar trocar de tablet, e ao "forçar" esta decisão agora, enquanto os tablets Android são uma verdadeira alternativa, a Apple ganha mais um ano ou dois com essa clientela presa aos seus produtos, aumentando o tal factor de "acumulação de Apps/conteúdos" que vai fazendo com que seja mais complicado vir a mudar de plataforma no futuro.

      Eliminar
    2. "Afinal, um utilizador com um iPad 1 já estará na altura de pensar trocar de tablet"

      Pois... Até pode estar. Mas os € ainda não nascem nas árvores lá do quintal :P

      Eliminar
  3. steve jobs ligou o piloto automatico antes de se ir embora. zzzzzzzz.

    ResponderEliminar
  4. Pronto, lá vêm as reacções apáticas de sempre. E contudo, de bocejo em bocejo, a Apple lá vai incrementando solidamente o seu OS móvel e batendo sucessivos recordes de vendas, porque sabe o que é que 90% dos consumidores querem durante 90% do tempo. De cada vez que sai uma novidade lá aparecem sempre os geeks dos costume a subestimar o que a Apple vai fazendo. E pela décima quinta vez seguida lá acabarão por perceber que o mercado não quer o que eles querem, e está-se pouco borrifando para o que uma minoria de hackers e tweakers pensam, porque não são eles quem dá lucro às marcas, mas sim o consumidor mainstream.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "uma minoria de hackers e tweakers pensam, porque não são eles quem dá lucro às marcas, mas sim o consumidor mainstream."

      A haver minorias neste caso será o iOS... Android tem quase 3 vezes mais cota de mercado! :)

      Eliminar
    2. Quantidade não é qualidade! A maior parte dos utilizadores Android nunca comprou uma aplicação e a esmagadora maioria dos handsets nem seque está na ultima versão...

      E a rentabilidade por dispositivo vendido em Android é baixíssima. Gostava de saber o número de vendas em aparelhos comparáveis, e nao em ZTEs manhosos....

      Mesmo em vendas globais a AppStore está à frente salvo erro...

      Por isso a quota de mercado do Android vale o que vale... :)

      Eliminar
  5. Em bom rigor, este update é importantíssimo, embora esqueça porcarias inúteis (e que consomem bateria....) como os ícones animados e outras tretas meramente decorativas e acessórias.

    Eu falo de forma isenta visto que tenho um Galaxy Nexus e um iPhone 4S que uso todos os dias a sério. O ICS é muito bom mas falta-lhe sempre aquele danoninho... Podia citar dezenas de exemplos que o Android peca por incoerente ou por mal pensado.

    E neste update a Apple só veio dar mais features ao iOS, tanto a nível de API's como a nível de funcionalidades base. Estão realmente de parabéns.

    Não sei porque algumas pessoas dizem que ligaram pilotos automáticos ou que é mais do mesmo... Não devem ver o mesmo filme. A google é que veio à pressa a semana passada fazer anúncios..... lol

    ResponderEliminar
  6. Somando estes micro updates aos constantes ataques das patentes, está mais que visto que a Apple está a tentar não perder os clientes existentes, pois, mais uma vez, a montanha pariu um rato. Hoje, depois de mexer num S3, peguei num 4S, e, sinceramente, considero o iOS um SO ultrapassado. E, se continuam sem inovar outside USA, vão continuar a perder muita quota de mercado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que se pega num Android e se vê o número de chamadas não atendidas?? Ou o número de SMS recebidos? Assim só a olhar para o homescreen?... Sem tweaks, claro...

      Eliminar
    2. No meu LG vê-se isso directamente no lockscreen. Mas eu como não gostei, retirei. That's the difference.

      Eliminar
    3. @Ricardo

      No meu A5 isso aparece na barra de notificações no topo, sinais de chamadas perdidas e de SMS recebidos. Não é por aí... :)

      @Paulo
      Isso de inovar fora dos EUA até estão a fazer. Só que não é para a nossa zona. Este iOS marca forte aposta no mercado Chinês, e sem dúvida que será uma prioridade para Apple (e Google) nos próximos tempos. Portugal... duvido que esteja na lista de prioridades... E se alguma vez tivermos Siri em Português, mais seguramente será em versão brasileira do que português europeu. (O que é uma pena, porque como já disse N vezes, o reconhecimento de voz em português da nuance é de alto-nível.)

      A brincar a brincar, mais depressa chegará um siri da Microsoft com suporte para Português! :)

      Eliminar
    4. A barra de notificações é muito boa mesmo para notificações não rápidas... Mensagens e chamadas não atendidas deveriam "dicas visuais" tanto nos ícones de telefone (com o número de chamadas não atendidas/sms recebidos não lidos), como no lockscreen.

      Coisas não existentes em Android ICS "Stock", como no Galaxy Nexus (equipamento que possuo).

      Por isso é que digo que o Android, na incarnação ICS, é bom... mas falta-lhe o danoninho, com tanta incoerência...

      Eliminar
    5. Chateia-me mais a incoerência das mesmas funções tanto poderem estar em baixo, como em cima, como sabe-se lá onde. (Veja-se a própria App do Gmail, tanto para Android como para iOS).

      Eliminar
    6. Aí está a diferença de como vemos aquilo a que estamos mais habituados. Eu, por exemplo, como já disse, não gosto de ver o numero de chamadas/sms/emails perdidos/por ler no lockscreen. Por isso, passei essa informação para os ícones das próprias aplicações, tipo iOS. Mas, por exemplo, já me aborreceria bastante não poder mudar de teclado para o Swipe, por exemplo, sem perder a garantia do telefone. Aborreceria-me olhar constantemente para a lista de apps que são o homescreen do iOS. Aborreceria-me bastante não poder ter widgets com conteúdos dinâmicos no home e lock screens. E por aí fora.
      Mas é tudo muito relativo: se eu tivesse tido condições para ter um iPhone em vez de apenas poder ter comprado um Android, provavelmente estaria condicionado por esse facto, e hoje estaria a defender que o iOS é muito melhor que o Android, simplesmente porque me conseguia "mover" melhor pelo iOS.

      Eliminar
  7. Falo como user e o ios6 trás pequenas coisas que eu achava em falta pelo que trás muitas melhorias para mim como utilizador.

    -Definir grupos vips para não perder nada importante;
    -Criar um modo nocturno (assim escuso de usar modo de voo e perder chamadas importantes)
    -GPS turn by turn, não troco o meu tomtom mas vem a calhar.
    -Passbook (odeio gestor de passwords de terceiros)

    Agora há tweaks que não abdico, tal como o activator, mas para isso tenho jailbreak.

    ResponderEliminar
  8. Vindo de um independente, acho que faz falta é poder activar e desactivar funcionalidades, tipo bluetooth, wifi, etc....a partir da barra da notificações ou outro acesso rápido!

    Incoerências há nos dois. Cada um tem as suas vantagens. Tenho um iPhone porque consegui-o a demasiado bom preço. :)

    Só para deixar lume na fogueira: Qual o sentido de não poder partilhar nada via bluetooth? Porque raio é que não posso tirar o som das teclas na marcação de números quando tenho som no telemóvel? dahh...

    Claro que há truques, mas são coisas sem nexo! Assim como há no Android... não há perfeitos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É precisamente por isso que nunca será possível "agradar a gregos e troianos". Cada pessoa tem os seus próprios requisitos, gostos e vontades.

      Por exemplo, para mim, o tal activar/desactivar de funcionalidades é coisa que "não me cabe na cabeça". Quero um equipamento para disfrutar dele, e não para me andar a chatear com activações/desactivações. Mas, isto sou eu, e compreendo perfeitamente que para muitas pessoas isso seja algo útil e desejável.

      De qualquer maneira, podes criar atalhos desse tipo no iPhone, sem necessidade de jailbreak. (Embora no Android tenhas formas mais versáteis de o fazer, com widgets e tal :)

      Eliminar
    2. "IconSettings does not work with iOS 5.1. Apple has blocked IconSettings in this update."

      Estava a ver que o principal motivo para fazer jailbreak (instalar o SBSettings) era uma "desnecessidade" :)

      Com o instala tem por acréscimo o Activator que para quem o sabe usar é fundamental.

      Eliminar
    3. Quem o instala tem ...

      Eliminar
  9. Carlos, concordo com isso! É uma falha não haver acesso rápido a ligar/desligar funcionalidades como wifi, gps, etc.

    O Bluetooth... Talvez fizesse sentido poder partilhar, mas não sinto falta de nada disso, para vos ser sincero. Do que percebi, o protocolo OBEX é um "buraco", e lembro-me de muita virose nos Nokias entrava por má implementação do protocolo... Se era por receio disso ou não... não sei! Mas foi decisão tomada por eles a nível de software, já que o hardware está lá...

    ResponderEliminar
  10. Após ver a apresentação do iOS 6, sem dúvida, o Android foi, mais uma vez, ultrapassado com quilómetros de distância. Sem dúvida, vou ter no futuro um iPhone ou iPod Touch. A inteligência e a dinâmica com que criam produtos realmente inovadores e prático é surpreendente.

    É vergonhoso, como uma empresa como a Google se deixa ultrapassar.

    E vamos ver como vai ser a guerra nos Maps...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hem? ultrapassado? mas todas as funcionalidades apresentadas de uma forma ou de outra já existem no Android.

      Chegámos sim a um ponto em que nem de um lado nem do outro vêm coisas revolucionárias e estão os dois sistemas taco a taco

      Eliminar
    2. Cada um defende a sua camisola e cada um pensa que a sua é a melhor :p

      Eliminar
    3. A.R.S. no Mundo é 2 tipos de pessoas: os líderes e os seguidores. A apple é a líder relativamente ao OS, e o outros são os seguidores. Ou seja, há os fortes e os fracos.
      Certo é que o Google é líder, como no mail, browser, mapas, etc)

      E se o Android é assim tão bom, porque ninguém actualiza para as versões 3.0 e 4.0? Eu tenho Android, 2.3, e todas as pessoas dizem para não mudar porque o OS 2.3, é o melhor. Ou seja, aqui se vê a incapacidade do Google em criar produtos melhores, inovadores e entusiasmante.

      Eliminar
    4. Pedro, dá-me um exemplo de algo inovador que foi lançado ontem para o iOS

      Eliminar
    5. @Carlos,
      Tipo CardMobili? E vai funcionar aqui em Portugal?

      Eliminar
    6. Errr... CardMobili ao "hiper-cubo". Aqui não se trata de ter simples "fotos" dos cartões que tens, mas sim de conteúdos verdeiramente dinâmicos. Como o exemplo que mostraram, de um bilhete de avião te notificar que houve alteração na porta de embarque, etc.

      É um primeiro passo num sentido muito interessante... e que só peca - como disse - caso não assente num sistema aberto multiplataforma.

      Eliminar
    7. Sim, o passbook, mas "só" (não gosto desta palavra, mas pronto) esse e desculpem mas não é o suficiente para coroar o iOS de lider absoluto dos os móveis e pináculo da criação

      Eliminar
    8. Quem me conhece já sabe que não sou de pináculos ou lideres... e desconfio sempre que isso advoque.

      Não há sistemas perfeitos. Há coisas que o iOS tem de bom e superiores à concorrência; há coisas que o Android tem de melhor que todos os outros; noutras ainda o Windows Phone poderia ensinar a ambos.
      (E com a "agravante" de que todas estas coisas certamente serão diferentes de pessoa para pessoa...)

      Portanto, o que interessa é que cada um use aquilo que acha mais apropriado, mas de preferência sem que com isso fique cego às coisas boas e más que existem, tanto na plataforma da sua preferência como nas outras. :)

      Eliminar
    9. Exacto, e como disse acima, já estamos num ponto de evolução em que os dois sistemas estão taco a taco e daqui a 3 anos se calhar em vez de dois serão 3 e isto só faz com que aumente a concorrência e os produtos melhorem.

      Eliminar
  11. O problema do IOS são as teorias manientas da Apple, porque em si é um bom sistema operativo, se não fosse umas certas políticas de ditador..

    ResponderEliminar
  12. Basicamente, a Apple não apresentou nada de especial, tiranto o PassBook. Até porque o resto já existe no Android há muito tempo de forma nativa, ou através de Apps de 3ºs.
    Com isto apenas me lembro quando anunciaram na TV que o iPhone já possuía a funcionalidade "copy-past"...

    Mais, com a notícia que não irá dá suporte ao iPad, lá se vai a grande vantagem da Apple dar actualizações aos terminais mais antigos. Como é que o iPad não leva com o iOS 6? É vergonhoso quando a marca enchia o peito a falar das actualizações para terminais mais antigos! Só me faz lembrar a Samsung quando vem a público afirmar que o Galaxy S não tem hardware para correr o ISC...

    Seja como for a Apple apenas está, e bem, a colmatar falhas e adicionar funcionalidades, mas daí dizer como muita gente diz, que o iOS está milhas a frente do Android, é porque certamente o nunca experimentou o ICS num terminal "à homem".
    No ISC a fluidez ainda não se compara com o iOS mas aos poucos começa a aparecer, e o Eye-Candy já lá está há muito tempo.

    Alguém aqui também falou dos Tweaks que se podem fazer ao Android e que estes não interessam a 90% dos users. A este leitor apenas digo uma coisa, possuo o meu Galaxy Nexus com uma interface à medida sem Root. Moral da história? De todos os meus amigos, sim os tais que não se interessam (e aos users do iOS), após olharem po meu terminal, perguntam como se faz, o que é necessário, se é difícil, se perdem garantia, etc. E ficam estúpidos quando se apercebem que demoram mais tempo a escolher temas e icons do que a configurar o terminal para que isso seja possível. Basicamente qualquer pessoa muda a interface do Android, desde o menu das Apps até ao Home Screen com meia dúzia de toques no ecrã.

    Com isto não estou a defender o Android, pois conheço bem os terminais da Apple, nem tão pouco estou a dizer que o Android é melhor (que o é em alguns pontos, assim como o iOS, e que estes dois ficam a dever em algumas coisa ao WM).
    Apenas digo que, e enquanto a Apple não permitir ter as coisas à minha medida e não mudar algumas políticas lá vou continuar com Android por muitos anos.

    ResponderEliminar
  13. São os dois bons. Não tenho que críticar nenhum. Simplesmente conheço os dois bem e não me importa concorrer, porque a Google irá colocar mais recursos no Android e a Apple mais conteúdos no iOS.

    ResponderEliminar
  14. O iPad 1 não pode ser atualizado, mas o iPhone 3GS que é mais antigo que o iPad já pode... Quem concorda comigo?

    ResponderEliminar

[pub]