2013/01/07

Nvidia Tegra 4 e Consola Portátil Shield


A Nvidia aproveitou o CES 2013 para começar o ano em grande, com a apresentação do Tegra 4 que irá equipar toda uma nova geração de equipamentos - e também uma novidade mais inesperada: uma consola de jogos portátil chamada Shield que vai dar que falar.

Começando pelo Tegra 4, este SoC conta agora com 4+1 núcleos Cortex A15, sendo que o quinto - à semelhança do que já acontecia com o Tegra 3 - é um CPU modificado para funcionar a frequências mais baixas e de modo mais eficiente. O GPU GeForce, ainda não especificado, conta com 72 "cores".

Este Tegra 4 será acompanhado pelo i500, um softmodem 4G/LTE - que sendo "programável", poderá facilitar a criação de modems 4G "universais".


Mas, a grande novidade foi mesmo a consola portátil Shield. Sem perder tempo com detalhes supéfluos, esta Shield é aquilo que uma consola portátil deveria ser: um controlador ergonómico ao estilo que bem conhecemos, anexado a um ecrã de 5" com resolução HD (1280x720) e obviamente... utilizando o novo Tegra 4.

Dando uso a Android "puro" (a Nvidia fez questão de salientar) este Nvidia Shield pode correr todas as Apps Android que possam querer, para além de ter acesso aos jogos optimizados para "Tegra" - novamente, à semelhança do que já acontecia com os dispositivos Tegra 3. Mas.. não se fica por aqui. Esta consola poderá também ser usada para jogar os jogos na cloud da Nvidia (Grid), ou ainda - jogos que estejam a correr no vosso PC e enviados via streaming para a consola. Embora para isso seja necessário ter uma placa gráfica da família GTX que conte com encoder de vídeo por hardware que lhe permita fazer isso em tempo real.

Também podem usá-la para jogar no ecrã grande da vossa TV, via HDMI ou streaming wireless - e com resoluções até 4K!




Quer isto dizer que... para além de ser uma ameaça às actuais consolas portáteis, este Shield se pode tornar também numa ameaça ao conceito explorado pela Nintendo Wii U, ao disponibilizar um controlador com ecrã secundário que poderá ser usado nos jogos.

E se estão preocupados com a autonomia, com uma bateria de 38Wh (superior à de um tablet Nexus 10), podemos esperar autonomia "de luxo" para uma consola portátil, mesmo quando utilizada com jogos 3D intensivos.


Este Nvidia Shield deverá chegar ao mercado entre Março-Junho (nos EUA/Canadá), seguindo-se depois o resto do mundo. Quanto ao preço, a Nvidia diz apenas que será "competitivo" face às consolas portáteis no mercado - algo que me faz imaginar um preço até aos... $299?

[tabela via Anandtech]

3 comentários:

  1. Sou eu que estou enganado ou os 38Wh estão relacionados com a "potência" que a bateria consegue debitar e não propriamente com a duração da mesma?
    Já agora uma pequena correção, o Nexus 7 tem 1GB de Ram e não 512MB (já está corrigido no site da AnandTech).

    ResponderEliminar
  2. Como consola portátil é no minimo estranha e duvido que faça sucesso nesse campo.

    Parece bem mais interessante como maquina para usar via-HDMI, mas assim também não estamos a falar de portáteis.

    Por enquanto é esquisita ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo vai depender do preço. Até $299 acho que seria grande sucesso. Daí para cima... já não arrisco.

      Eliminar

[pub]