2013/04/23

Nova vaga de Malware no Android


Relembrando que a primeira -  e mais importante - linha de defesa no mundo digital é (ou pelo menos, deveria ser) a nossa cabeça, descobriu-se uma nova vaga de apps malware para Android no Google Play, que poderão ter sido descarregadas até 9 milhões de vezes. São apps que se fazem passar por jogos, mas que depois enviam dados dos utilizadores e equipamentos para os atacantes, e que também incentivam os utilizadores a instalar mais apps abusivas, como Apps que enviam SMS para serviços de valor acrescentado.

Embora o Google tenha sistemas de detecção que tentem minimizar estas situações, os atacantes estão continuamente a procurar formas de os ultrapassar; e neste caso começaram por disponibilizar apps inofensivas e só mais tarde lançando uma actualização com o código "malware" que fazia a recolha de dados e os enviava para um servidor remoto.

Este tipo de situação será cada vez mais frequente, e por muito que as "lojas" tentem evitar estas coisas... no final do dia será sempre uma questão de confiança entre o utilizador e o criador da App (e que mesmo assim, por vezes pode ser enganado, ao incluir na sua App bibliotecas de terceiros que venham a servir como porta de entrada para este tipo de ataques.) Ou seja, ninguém está livre, e a melhor defesa é estarem conscientes dos riscos a que se sujeitam quando clicam no "aceitar" ao instalar qualquer app - e acima de tudo, evitar apps de origem duvidosa e/ou que peçam permissões "exageradas".

4 comentários:

  1. O mal disto é que o pessoal clica e instala tudo o que vê lol

    Ou então vão à net sacar "pirateado" e depois, pimba! Vírus!

    ResponderEliminar
  2. é importante que as pessoas entendam que um smartphone ou um tablet são verdadeiros "pc's" em ponto pequeno e que o uso que dão é idêntico. Se hoje em dia é comum instalarem anti-virus em pc's, porque não o fazem também naqueles equipamentos ?

    ResponderEliminar
  3. Não podia estar mais de acordo com os dois comentários anteriores.

    ResponderEliminar
  4. E será que esses supostos anti vírus detectavam estas apps maliciosas?
    Não sei até que ponto mantenho os meus dados seguros... Por isso geralmente opto pelo mais simples, não ter nada de comprometedor no telefone ou PC.

    ResponderEliminar

[pub]