2013/09/12

A Paranóia do Google com o Google+

É com alguma tristeza que vejo a fixação quase doentia com que o Google tem tentado empurrar os seus utilizadores para o Google+. Bem sei que o Google se deve sentir ameaçado pelo Facebook e quer - à força - que os seus utilizadores também se agreguem em redor dos seus serviços para fazerem todo o tipo de coisas sociais... mas uma coisa é convidar-nos a fazê-lo, outra coisa é fazer com que não haja alternativa a isso.

Depois de muito tempo, o Google lá percebeu que faltam conteúdos no Google+ e deu a possibilidade de os posts no blogger serem automaticamente republicados nas páginas do Google+ - isto depois de ter dito que não era sua intenção fazer do Google+ um repositório de conteúdos de outras origens, fazendo com que... ninguém lá pusesse nada. E as páginas só começaram finalmente a ser mais utilizadas quando finalmente possibilitaram isso via API, e várias serviços começaram a disponibilizar essa funcionalidade de envio de artigos automaticamente para lá (muitos dos quais só nas subscrições pagas!)

Mas voltemos ao blogger, a plataforma de blogging do Google que tão pouca atenção tem recebido ao longo dos anos (e que eles bem devem querer arranjar forma de "transferir" para o Google+, dê lá por onde der - nos comentários já começaram a fazer essa aproximação.) Como dizia, agora temos finalmente a possibilidade de enviar um artigo publicado no blogger para uma página do Google+, o que acho muito bem. O problema é que quem o quisesse fazer já terá arranjado forma de o fazer, não tendo ficado à espera do Google.

E a coisa que me inspirou (ou melhor dizendo, que foi a gota de água) a escrever este post é a de que as definições activaram automaticamente esta funcionalidade - e até aqui tudo bem, surge uma caixa de aviso a dizer que isto aconteceu. A verdadeira gota de água é que caso desactivem esta opção, uma vulgar e normalíssima "check box", o Google achou por bem seleccionar automaticamente a opção alternativa de "sugerir para enviar para o Google+" que faz surgir uma janela de partilha quando publicam um post!

Ora... se eu me irrito com a redefinição de "ilimitado" por parte dos operadores, irrito-me igualmente com uma empresa que tenta redefinir o funcionamento de elementos básicos com comportamentos bem estabelecidos. Uma check box é um elemento que nos permite seleccionar ou desseleccionar algo; é um abuso fazer com que quando se desactiva algo ele active automaticamente outra coisa.


O pior é que este não é o único caso de "redefinição" de coisas pré-estabelecidas... Ora vejamos o caso mais absurdo e flagrante, que podemos encontrar na app do Gmail para Android.


Uma das opções que temos nas configurações é a opção de fazer um "swipe para eliminar" um email. Algo bastante prático para limpar o "lixo" da inbox de forma rápida e a que dou bastante uso. Poderia pensar-se que estando esta opção activada, poderíamos ficar descansados... mas infelizmente não é o caso.

Caso se dirijam à opção para mostrar os botões para eliminar ou arquivar os emails e optem por qualquer opção que não seja o "ver apenas o delete", a outra opção que tinham activado muda de função. Ou seja, milagrosamente, uma função que era "swipe to delete" passa a ser "swipe to archive".

Agora expliquem-me lá como é que alguém que queira ter o swipe para delete, mas continuar a ver os botões de archive e delete, faz? - Resposta: não pode!

... Não percebo como é que: alguém no Google/Android/Gmail se terá lembrado de fazer algo tão absurdo (em vez de simplesmente criar uma opção que pemita escolher "Swipe para: arquivar/eliminar",  independentemente de quais os botões que se deseja ter visíveis); e ainda por cima achar que seria boa ideia que uma opção num lado altere aquilo que decidimos fazer noutra. Sinceramente... não encontro qualquer explicação plausível... e ainda por cima quando nem se trata de nada que não pudesse ser resolvido de forma simples e seguindo os princípios "standard" de funcionamento das opções.

Penso que nos resta esperar que estas casos sejam a excepção à regra... mas até lá, não se admirem se um dia destes acordarem e virem a obrigatoriedade de dar um salto ao Google+ antes de poderem visitar o Gmail. (E ter em atenção que eu até gosto do Google+... só não gosto é que me seja impingido à força toda - para além de me irritar todos os seus bugs e incongruências: especialmente aqueles emails que recebemos do G+, e aos quais podemos responder directamente no Gmail... a alguns, mas não a todos... depende... sabe-se lá de quê ou porque motivo.)

17 comentários:

  1. Calma Carlos, respira fundo e conta até 10 :)

    ResponderEliminar
  2. Carlos, não é só do blogger.
    Olha este
    http://en.blog.wordpress.com/2013/09/09/google-plus/

    ResponderEliminar
  3. Depois da trapalhada que a Google criou com o Buzz, o Mr. Eric Schmidt passava as suas conferências a referir constantemente que "as coisas aconteciam" somente com o nosso consentimento. Ou seja, passámos a ter total controlo sobre o funcionamento/utilização dos produtos da Google, sempre com respeito pela privacidade de cada utilizador.
    E desta forma até conseguiu convencer a opinião publica de que a Google tinha aprendido a lição. Os Circulos no Google+ apareceram como "a cereja no topo do bolo".

    O teu artigo demonstra, e muito bem, que a Google está novamente a querer montar o cerco á volta dos seus utilizadores.
    Cabe-nos a nós fazer lembrar os Sr.s Googlers que o tema Buzz ainda está nas nossas memórias.

    ResponderEliminar
  4. O Google tornou-se na prepotente MS dos anos noventa e dois mil. Devem achar que estão sempre na mó de cima.

    WordPress rules. E para quem tem o seu próprio domínio... Comentar no WordPress pode ir do anonimato até ao SIS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se achas isso é porque não te lembras da MS prepotente dos anos noventa e dois mil.
      Mas de facto a Google anda lá cada vez mais perto...

      Eliminar
    2. Ainda não está lá mas falta pouco

      Eliminar
    3. Pelo contrário, lembro-me muito bem. Exagerei para vincular o ponto de vista mas as atitudes que vejo na Google mudaram muito (para pior) do que era esta empresa ainda há poucos anos.

      Eliminar
  5. Já para não falar do YouTube... onde a Google nos "obriga" a mudar o nome da nossa página, vinculando-a a uma conta Google +

    Sinceramente começo a ficar bastante farto desta porcaria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia escreve isso também!!! Irritante!!!

      Eliminar
    2. Ia escreve isso também!!! Irritante!!!

      Eliminar
    3. Deparei-me com essa palhaçada ontem. Não tenho intenções de vincular minha conta do You Tube ao Google+, mas pelos vistos não falta muito para isto ser obrigatório. Nesse caso ainda acho mais grave, pois ao contrário de outros serviços o You Tube é quase um standard na visualização de vídeos pela net, como era o finado Google Reader para o RSS.

      Eliminar
    4. Eu cá recuso-me comentar no Youtube. Não gosto do G+ (nem gostaria de ter que usar o FB para comentar onde quer que fosse) e se isso implicar vir um dia a deixar de usar completamente os serviços da Google, paciência. Outros existirão.

      Eliminar
  6. E alterar o subject de um email ao qual estás a responder/fazer foward?

    Agora é preciso descobrir que se tem de dar o click numa seta que nao diz nada, escolher edit subject, a janela do email muda para pop-up e lá dá para alterar.....

    oh dear...

    ResponderEliminar
  7. Não diria melhor! Já não há paciência para aturar estas trapalhices todas... De há uns anos para cá andam a monopolizar tudo!

    ResponderEliminar

[pub]