2013/12/15

20 anos de DOOM


Hoje em dia as discussões sobre jogos de computador poderão ser sobre se a nossa placa gráfica é capaz de dar mais de 60fps em resoluções Full HD com as definições de qualidade no máximo... mas basta recuar duas décadas para regressarmos a um tempo em que as coisas eram bem diferentes. Sim... os jogos FPS (first-person-shooter) tiveram uma origem... e para muitos essa origem foi um jogo chamado DOOM!

O Doom foi lançado a 10 de Dezembro de 1993, por uma equipa dos quais os nomes mais sonantes viriam a ser John Carmack e John Romero, e foi o início de uma nova era. Será um pouco cómico para os fãs dos jogos da actualidade olharem para Doom. Um jogo que era jogado apenas com as teclas do cursor (nada de rato), e onde nem sequer era possível olhar para cima ou para baixo (coisa que só viria a surgir no seu sucessor: Quake). Mas, numa altura em que ter um computador era um luxo, este Doom já nos tentava com a viciante possibilidade de jogar em multiplayer - com múltiplos computadores!


Não intencionalmente, este jogo popularizou também as modificações dos jogos. Muitos fãs apressaram-se a dissecar os ficheiros dos jogos, modificando as imagens dos monstros, texturas das paredes, e finalmente até os próprios mapas; dando origem a todo um novo submundo de conteúdos feitos pelos fãs (e que ainda hoje é encarado como uma das grandes vantagens dos jogos PC face aos das consolas - e que muitos developers encorajam e promovem como forma de manter uma legião de fãs a suportar os seus jogos).

Confesso que não sou capaz de dizer quantas horas passei a jogar Doom; mas recordo-me perfeitamente de que foram as suficientes para conhecer todo e cada recanto de cada mapa de cada nível. Mais presente tenho o tempo que passei a jogar Quake (1996), numa altura em que as placas gráficas já começavam a dar que falar (as saudosas 3Dfx e - a minha preferida, mas infelizmente derrotada, PowerVR - que só agora nas plataformas mobile conseguiu demonstrar o seu potencial. :)

... Antes de desatarem às gargalhadas com o vídeo que vão ver a seguir, peço que tenham em consideração que este era um jogo que corria num Intel 386, com apenas 4MB de RAM, e que ocupava cerca de 40MB em disco (ora comparem lá com os gigas de RAM e disco que actualmente são necessários para qualquer jogo. :)



6 comentários:

  1. Quando as madrugadas ainda pareciam pequenas

    ResponderEliminar
  2. Um bom documentário sobre jogos, onde se fala deste DOOM e de muitos outros clássicos:
    How Video Games Changed the World (2013)
    http://www.imdb.com/title/tt3297108/

    ResponderEliminar
  3. Para mim o vicio dos FPS começou no Wfeinstein 3D :)

    ResponderEliminar
  4. Wolfstein 3D e Doom...marcaram o ínicio de uma nova era. Que recordações!! Lembro-me de um pc que tive que era uma grade máquina na altura!! DX2 66 mhz com 4 MB Ram!! :)

    ResponderEliminar
  5. Do DOOM lembro-me de termos 2 PCs na mesa da sala ligados por rs232 para jogarmos um contra o outro... ahh memórias :-D

    ResponderEliminar
  6. Também comecei com o Wolfenstein! Grande vicio!

    ResponderEliminar

[pub]