2014/11/07

Google Maps ganha Material Design e integração com Uber


Mais um dia, mais uma app do Google que ganha uma nova roupagem para se adequar ao novo Android 5.0 Lollipop. O nosso muito utilizado Google Maps para Android e iOS já segue as tendências do material design, e para além disso conta com outras novidades.

O material design do Google começa a infiltrar-se por todo o lado e a tornar-se na imagem de marca do Android e dos produtos Google (embora o seu objectivo seja unificar também o aspecto de todas as app feitas por outros developers). No caso do Google Maps não se pode dizer que as mudanças sejam radicais, pois o maps foi uma das apps que até se pode considerar que serviu de inspiração a este estilo, com o seu design mais limpo; mas o resultado é bastante agradável, tanto no Android como no iOS.

Nos EUA, os utilizadores ganham a possibilidade de fazer reservas em restaurantes directamente a partir do Google Maps (por via do OpenTable), mas por cá continuaremos a ter que fazê-lo à moda antiga (felizmente, muitos disponibilizam os contactos, horários, e até ementas, nas suas informações, o que é sempre simpático para quem os descobre através desta app.)

Não menos interessante é a integração com o Uber. Se tiverem a app do Uber instalada e estiverem numa zona com cobertura pelo serviço, para além do Google Maps vos mostrar as estimativas de tempo da viagem usando os transportes públicos também mostrará o tempo estimado caso optassem pelo Uber. Portanto, se estiverem por Lisboa não se esqueçam de experimentar para me dizer se ao menos isto também funciona por cá.

3 comentários:

  1. Parece-me que para já ainda não faz integração com a Uber Lisboa, pelo menos deste lado não me aparece nada.

    ResponderEliminar
  2. Isto da nova imagem das apps da google parece que foi feita por amadores porque qualquer redesign é feito para tornar as coisas mais simples e úteis, adicionaram funções e alteraram outras mas cometeram um dos piores erros para as apps mobiles que é o tamanho das «células» por exemplo no gmail os emails antes de abrir agora cabem menos palavras, no youtube a mesma coisa e isto já vem acontecendo a algum tempo e até acho que já foi alvo de reflexão pelo Carlos. O que adianta andar na moda com tijolos cada vez maiores se depois aparece menos conteúdo no ecrã?
    Explicação: lógica da batata!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, isso da densidade de informação ser cada vez menor também é algo que me "horroriza". No mínimo que deixam a opção para que, quem quiser, possa manter as coisas condensadas.

      Eliminar

[pub]