2015/01/26

Cyanogen quer ser totalmente independente do Google


O CyanogenMod assumiu-se como uma dos mais populares distribuições Android alternativas, conseguindo até tornar-se no sistema de origem instalado em equipamentos altamente apetecidos como o OnePlus One. Mas as suas ambições para o futuro são ainda maiores, e passam pela total independência do Android do Google.

Tradicionalmente fala-se do Android como uma plataforma aberta, mas a verdade é que o Google tem tornado isso cada vez mais complicado ao puxar cada vez mais coisas para as partes não-abertas do seu sistema. Partes que apenas ficam disponíveis para quem estiver disposto a seguir o processo de certificação do Google e jogar pelas suas regras.

O Cyanogen quer inverter isso, e tornar-se no principal impulsionador de um Android verdadeiramente - e totalmente - aberto, que esteja completamente livre de todas as regras e imposições que o Google queira impor. Algo que dizem esperar concretizar dentro dos próximos 3 a 5 anos.

Um dos primeiros grandes passos será a disponibilização da sua própria App Store, que deverá chegar nos próximos 18 meses, e que seria uma excelente forma de começar a obter rendimentos directos sobre a sua plataforma. Mas por outro lado, o episódio com a OnePlus na Índia, onde terá dado exclusividade do uso do CM a outro fabricante, poderá ter perturbado um pouco as suas aspirações a nível empresarial.

Mas, hoje em dia é praticamente impossível prever tudo o que poderá acontecer num prazo de 5 anos... pelo que no início de 2020 cá estaremos para rever em que ponto está o Cyanogen - se numa nova grande alternativa ao Android... ou se num projecto que entretanto já nem existe.

1 comentário:

[pub]