2015/11/29

Lojas usam reconhecimento facial para barrar entrada a ladrões


Em filmes como Minority Report, as pessoas eram identificadas pelos seus olhos por onde quer que passassem; e a realidade parece seguir nesse sentido, agora com tecnologia que permite às lojas identificar potenciais clientes indesejados antes que eles entrem na loja.

A tecnologia de reconhecimento facial muito tem evoluído, bastando hoje em dia perguntar-se por coisas como "fotos da pessoa X" para que o Google ou Facebook nos apresente as fotos pretendidas de familiares ou amigos (coisa que na Europa tem estado desactivada para evitar problemas). Mas, se isto acontece a nível pessoal entre familiares e amigos, muito mais acontece a nível de sistemas de segurança.

Muitas empresas têm investido no melhoramento dos seus sistemas de reconhecimento facial, que agora conseguem identificar centenas ou milhares de rostos por segundo, mesmo no meio de multidões. São sistemas que podemos encontrar em acção em locais como aeroportos, mas que também começam a ficar acessíveis para o comércio.

Estes sistemas elevam a vigilância pelas tradicionais câmaras CCTV para outro nível, permitindo a identificação automática de indivíduos já referenciados por furto ou roubo, alertando automaticamente os seguranças do estabelecimento para que vigiem atentamente o indivíduo em questão ou até impedindo a sua entrada (no caso de se tratarem de locais como joalharias, com entrada controlada.)

Tal como todos os sistemas, sem dúvida que haverá sempre a possibilidade de um qualquer cliente ter a infelicidade de ser demasiado parecido com um qualquer ladrão e arriscar-se a ter um tratamento pouco agradável sempre que for apanhado por um destes sistemas, mas... parece-me que é daquelas coisas que se torna cada vez mais inevitável nos tempos que correm.

1 comentário:

  1. Os casinos têm investido imenso nessa área.

    http://www.tested.com/tech/455527-technologies-casinos-use-catch-cheaters/

    ResponderEliminar

[pub]