2018/01/27

App Store continua a render mais que Google Play

O Google Play da Google continua a crescer cada vez mais em número de downloads de apps... mas a App Store da Apple continua a atrair mais dinheiro dos consumidores.


Graças aos utilizadores em países como a Índia, Indonésia e Brasil, a Google Play Store atingiu um valor recorde de mais de 19 mil milhões de downloads durante o quarto trimestre de 2017. Estes números são apenas relativos a novas instalações, não estando incluídas as actualizações e segundas instalações.



Os dados foram compilados pela conhecida AppAnnie, uma empresa que se dedica à análise deste tipo de informação. Há vários pontos de interesse neste estudo, desde logo o facto de o Google Play ter obtido mais 145% de downloads que a App Store da Apple nos meses de Outubro a Dezembro. Jogos, finanças e personalização, foram as categorias com maior crescimento no Google Play face ao mesmo período no ano anterior.


Os utilizadores no Google Play fizeram mais downloads, mas os seus congéneres na App Store gastaram mais 95%, no quarto trimestre de 2017. Os 11.5 mil milhões de dólares representam um crescimento na compra de apps nos EUA, face ao registado em 2016.



Os utilizadores Chineses e Japoneses foram os que mais aplicações instalaram, com uma média de mais de 100 apps por equipamento. Já a Índia é o país onde se regista o maior número de apps utilizadas por mês, com 40 aplicações por utilizador.


Em termos de tempo passado a utilizar as apps, são os chineses quem mais tempo passa a utilizar o smartphone, tendo este país ultrapassado 200 mil milhões de horas. Para se ter uma ideia do que isto representa, bastará ver que o segundo classificado - a Índia - se ficou pelas 50 mil milhões de horas; e que países como Espanha e França se ficam por menos de 10 mil milhões de horas.

4 comentários:

  1. acho que é uma situacao facilmente explicavel. Quem compra Iphone, por norma, é alguem que nao percebe ou nao quer perceber de apps alternativas , etc.... tipo... users iphone, veem gostam e compram.

    users Android.... por norma.... sao users mais contidos a nivel de orcamento >)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que há mais escolha e para mais preços... mas olha que não há falta de Galaxys S7 e S8 na rua... e são smartphones que têm preços idênticos aos iPhones... :)

      Eliminar
    2. "...é alguem que nao percebe ou nao quer perceber de apps alternativas"
      "... sao users mais contidos a nivel de orçamento"
      Esta explicação, no mínimo, é a típica de heater. Next!!!

      Eliminar
  2. Boa tarde ,

    A verdade é que são 2 stores com filosofias diferentes , porque também têm 2 empresas por trás com filosofias distintas.

    Enquanto que a Google é uma empresa em que a publicidade é um dos seus cores a Apple tem um filosofia diametralmente oposta , claro que depois isso faz-se ressentir nas lojas de aplicações.

    Resumindo é fácil encontrar aplicações gratuitas na play store com publicidade , mas o mesmo não é verdade na App Store e isso faz toda a diferença.

    Já li imenso sobre a suposta qualidade superior da App Store , mas isso hoje não é verdade nem as aplicações para Android estão mal executados como muitos fazem crer, aqui sim nestas opiniões nota-se os tiques de uma suposta superioridade que alguns utilizadores Apple têm .

    Eu pessoalmente até fico chateado quando uma aplicação para Android não tem uma versão pro ou livre de anúncios , mas tenho de perceber que nem todos têm disponibilidade financeira para comprarem como eu aplicações já para não falar nas faces para o meu Android wear .

    Para concluir as grandes diferenças estão nos pontos que atrás referi e muito dificilmente estes nrs se vão inverter nos próximos anos porque os mercados em franco crescimento como a índia o poder de compra não é grande e a solução gratuito com publicidade vai acabar por ser a escolha .

    Cumprimentos e continuação do bom trabalho

    ResponderEliminar

[pub]