2018/01/21

Estudo da ANACOM revela que TDT foi um falhanço em Portugal


Embora não seja nenhum estudo para confirmar aquilo que todos os portugueses sabem implicitamente, temos agora uma fonte oficial - a própria ANACOM - a constatar que o processo de transição para a TDT em Portugal ficou longe do que seria desejado.

O estudo revela que a adopção da TDT não só não teve o impacto pretendido como continua a ser uma solução encarada como sendo "de recurso" para as populações com menores rendimentos, e que terá uma taxa de penetração cada vez menor - com as novas gerações a preferirem usar novos canais de comunicação, como a internet, tornando a TDT ainda menos atractiva.

O serviço TDT poderia ganhar interesse adicional se fossem incluídas funcionalidades adicionais, como as que têm sido adoptadas noutros países - quer em termos de canais temáticos e/ou regionais, como em termos de capacidade de visualização não linear; mas o estudo também "põe o dedo na ferida" ao referir que que a MEO fica numa posição de conflito, pois pouco interesse terá em promover a adopção do TDT enquanto, simultaneamente, tem interesse que a população opte pelo seus pacotes de televisão por cabo. (Seria necessário ser um génio para chegar a essa conclusão logo de início?)

Enfim, por tudo isto e muito mais, parece-me que poucas hipóteses há para que a TDT em Portugal possa vir a recuperar do processo de transição desastroso que tivemos; e mesmo que isso viesse a ser feito, temo que já chegasse tarde demais. Como o estudo refere, as novas gerações já pouco interessadas estão nos canais de TV tradicionais e dão prioridade a terem acesso a uma ligação de internet...

7 comentários:

  1. O processo todo foi levado por um caminho claro de insucesso. "A nível de compressão de vídeo a norma DVB-T
    adoptou o MPEG-2 e posteriormente o MPEG-4 sendo que
    para a TDT Portuguesa esta última foi a norma escolhida". Até neste caso, todos nos recordamos que os descodificadores eram muito mais baratos de MPEG2, e ao adoptar-se MPEG-4 o ónus caiu sobre os consumidores. Só recentemente houve uma mudança no site da TDT (sem tanta referência à MEO) e há uma mapa de cobertura que relata bem, a redução de cobertura que supostamente havia. Lembro-me perfeitamente dos porta-vozes da ANACOM, em 2012 - a dizer que não havia qualquer problema e o sinal era perfeito, quando em 2015... a própria ANACOM diz à PT que afinal há zonas que só com satélite. Se isto não tivesse custado uns bons trocos às populações, era para rir.

    ResponderEliminar
  2. foi assim porque foi do interesse de alguns que assim fosse... como tudo em portugal.

    ResponderEliminar
  3. Porque é que para mim, TDT em Portugal faz-me logo lembrar Zeinal Bava, José Sócrates, banco Espírito Santo e saco azul...?

    ResponderEliminar
  4. Mais um processo que partiu das mãos de alguns iluminados, para produzir uma grave e onerosa factura para os consumidores e cidadãos portugueses. Alguém se lembra do DAB? Morreu porque não tinha consumidores. O DVB (por via do TDT) vai pelo mesmo caminho. Deixavam-se estar no analógico como se faz no FM... Eu que estou na área técnica faz mais de 20 anos, cheira-me sempre a esturro quando querem empurrar pelas guelas abaixo novas soluções tecnológicas...

    ResponderEliminar
  5. ANACOM? Exemplo acabado da incompetência e inutilidade neste país. Houvesse alguém com tomates (mas para isso não podia estar refém de lobbies). É toda essa gentalha vive à nossa custa...

    ResponderEliminar
  6. Não nos podemos esquecer do que aconteceu com a TDT paga. Havia duas empresas interessadas, a PT e outra estrangeira, a PT ganhou, algum tempo depois disse que não ia entrar na TDT paga e o estado devolveu-lhes o dinheiro que tinham pago para o concurso. Basicamente vedaram a entrada de outro operador. A PT até poderia ter ganho, não conheço o concurso, mas devolver o dinheiro é que não, deveria ter ficado para o estado e deveriam ter aberto outro concurso (vedado à PT, por terem desistido do primeiro). Acho que nessa altura ainda havia golden share, Zeinal, Sócrates e companhia...

    ResponderEliminar
  7. Recordo-me de à data do inicio do corte de sinal analógico, instalei umas 2 boxes em casa dos meus avós, e na alura correu tudo sem problemas, passados uns 2 meses se tanto, acabou o sinal naquela zona. Claro está, passaram a ter televisão por cabo... e a pagar mensalmente por um serviço que não lhes interessa assim tanto (do ponto de vista de quem vê apenas os 4 canais de PT)

    ResponderEliminar

[pub]