2018/01/29

Integral Memory lança cartão microSD de 512GB

Quem achar que o microSD de 400GB da SanDisk é "curto", poderá em breve optar pelo novo recordista da categoria: o microSD de 512GB de Integral Memory.

A Integral Memory adiantou-se aos restantes fabricantes e vai fazer chegar ao mercado, já no próximo mês, o primeiro cartão de memória microSD com 512GB, com certificação UHS-I U1 e V10 (para vídeo), com velocidades de até 80MB/s (o de 400GB da SanDisk consegue chegar aos 100MB/s).

Considerando que o microSD de 400GB da SanDisk custa actualmente 249 euros, facilmente se pode imaginar que este de 512GB deverá ir para um valor superior - valor ao qual se tem que somar o potencial para "desastre"... caso algum acidente inesperado nos faça perder (ou danificar) este cartão, representando meio-terabytes de dados perdidos de uma só vez!

Seja como for, não há como evitar memórias dos tempos em que cartões de 512MB (sim, MB) pareciam uma enormidade, e nem se ousaria em imaginar em cartões com mil vezes mais capacidade. E, não menos importante, quanto mais tempo será necessário para que se esteja a falar de cartões microSD de 1TB? :)

3 comentários:

  1. Com o passar dos tempos (nos últimos 3 ou 4 anos) continuo a não ver o preço dos discos mecânicos a baixar como aconteceu durante uns 20 anos, o que me leva a pensar que que existe um complô dos fabricantes por forma a conseguirem chegar com os preços da memoria flash até ao mesmo preço dos discos e assim acabar com os discos, sempre que vejo uma noticia destas mais próximo parece estar desse momento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tens que ter em conta que começa a ser cada vez mais difícil aumentar a densidade de armazenamento da informação - do mesmo estilo que os CPUs têm tido dificuldade em se miniaturizarem cada vez mais (e o "fim" da Lei de Moore).

      Eliminar
    2. MAs será que esse limite nos discos magneticos já está mais perto que o limite da integração nos chips de memoria flash?

      Eu acho que pelo menos deviam voltar a tar discos de 5-1/4" com tempos de acesso piores mas capacidades maiores e custos menores. Para ter um backup parado durante anos não é preciso grande velocidade de acesso...

      Eliminar

[pub]