2018/02/07

iOS 11.3 beta 2 chega com opções da bateria


A Apple prometeu que o iOS 11.3 viria com informação adicional sobre o estado da bateria e a opção para desligar o abrandamento dos iPhones, e eis que finalmente isso aparece pela primeira vez, no iOS 11.3 beta 2.

A primeira versão beta do iOS 11.3 chegou sem qualquer referência a estas novas informações e opções, o que apenas contribuiu para aumentar ainda mais a curiosidade sobre como a Apple iria implementar isto - ainda mais sendo uma opção bastante polémica e potencialmente causadora de problemas adicionais no futuro, já que efectivamente se trata de uma opção que poderá levar aos reboots inesperados dos iPhones.

Com a nova versão beta, vemos finalmente como a Apple o pretende fazer. Na secção da bateria surge uma nova opção "Battery Health" (também ela marcada como beta), e que se limita a mostrar uma percentagem da capacidade actual da bateria face ao que deveria ter. No fundo, a mesma informação que algumas apps já demonstram e que se pode considerar o mínimo indispensável. Para uma situação em que a Apple se prometeu a ser completamente transparente, teria sido simpático disponibilizar informação adicional, como o número de cargas já realizadas, etc.


No caso de ser indicada uma capacidade inferior ao desejado (por exemplo, no meu iPhone SE indica ter 85% da capacidade original, como se vê na imagem usando a app Battery Life)  surge uma indicação adicional a dizer que o iPhone já terá tido um shutdown inesperado devido à incapacidade da bateria fornecer os picos de energia, e que foi activada a limitação de desempenho. É aqui que temos a opção adicional de poder desactivar esta limitação de desempenho e restaurar o desempenho total que se espera do equipamento... mas ficando sujeito a lidar com novo shutdown inesperado.


Ainda por cima, neste momento, a Apple aplica isto como se fosse um "castigo" para os utilizadores. Quem desactivar a limitação do desempenho não tem opção de a voltar a activar... até que o seu iPhone volte a ter um shutdown inesperado. Só depois disso é que a limitação do desempenho volta a ficar activada automaticamente (e podendo ser novamente desactivada manualmente).


Sendo uma opção ainda em "beta" é de esperar que a Apple possa ainda a fazer alterações até que chegue ao público; no entanto, revela desde já que esta opção não passa de uma manobra de marketing que tenta desviar as atenções do verdadeiro problema (e para o qual não há actualização de software que resolva): a Apple decidiu deliberadamente usar baterias sub-dimensionadas que são incapazes de suportar o funcionamento normal do smartphone durante um período de tempo razoável (os 2 anos de garantia, pelo menos); e não vai ser uma opção que irá fazer com que os seus clientes se sujeitem a ter shutdowns inesperados que vai resolver o assunto - pelo contrário, apenas irá confirmar o problema. E ainda faltará ver de que forma isto vai ser gerido nos mais recentes iPhone X e iPhone 8.

7 comentários:

  1. Qual a melhor app para fazer a monitorização das baterias no iphone?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha aparece como "Battery Life" (acho que era Battery Life doctor ou coisa... apresenta pub em praticamente tudo o que se faça, mas para o efeito serve.)

      Eliminar
    2. Obrigado, Fui procurar e encontrei esta app bastante interessante; Lirum info lite

      Eliminar
  2. iPhone 6 77% estava à deste beta antes de ir trocar a bateria.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Se fossem "teorias" a Apple não estaria a implementar esta opção "inédita"...

      Enquanto isso, na realidade, lá vou gramando o iPhone a ficar cada vez mais lento ao longo do dia (e isto não é teoria, são factos com os quais tenho que conviver 7 dias por semana... :P

      Eliminar

[pub]