2018/02/26

Nokia apresenta cinco novos telefones no MWC 2018


A HMD foi mais uma das marcas que se antecipou à abertura oficial do MWC para nos dar a conhecer cinco novos modelos, que não só incluem um topo de gama renovado (Nokia 8), como um Nokia 1 económico com Android Go, e ainda um revisitar de um dos modelos mais icónicos da marca: o Nokia 8810 curvo com a sua tampa deslizante.

A HMD Global trouxe cinco novos smartphones para o MWC: quatro que se enquadram na sua família de modelos Android (Nokia 8 Sirocco, Nokia 7 Plus, novo Nokia 6 e o Nokia 1); e um Nokia 8810 que recupera o design icónico do modelo original, agora com 4G e acesso a apps como o Google Assistant, Google Maps, Google Search, Facebook e Twitter, e claro... a tampa deslizante.

Os Nokia 8 Sirocco, Nokia 7 Plus e o novo Nokia 6 são modelos que adoptam o Android One, sendo de especial interesse para os apreciadores dos smartphones Android sem adulterações por parte das marcas e com maiores garantias de actualizações ao longo dos próximos anos.

Nokia 8 Sirocco



O Nokia 8 Sirocco é uma versão retocada e melhorada do Nokia 8, agora sendo quase completamente em vidro curvo, mas sustentado por uma moldura de aço inoxidável 2.5 vezes mais resistente que o alumínio, com a marca a desafiar qualquer pessoa a tentar dobrá-lo.

Temos um ecrã OLED de 5.5" (2560x1440) com partes laterais curvas, câmara dupla de 12MP e 13MP (uma com objectiva grande angular, outra com zoom óptico 2X, lentes ZEISS), câmara frontal de 5MP, suporte para carregamento wireless, e o facto de ser extremamente fino nas arestas (apenas 2mm) faz com que seja um smartphone impressionante de segurar ao vivo. Falta apenas saber se os fãs estarão dispostos a pagar €749 por isso (o Nokia 8 custava €599 quando foi lançado há 6 meses).


Nokia 7 Plus e novo Nokia 6



Depois, para o segmento médio, temos o Nokia 7 Plus e novo Nokia 6. O Nokia 7 vem com ecrã de 6" (2160x1080), Snapdragon 660, 4GB+64GB, câmara dupla de 12MP e 13MP, e bateria de 3600mAh. O Nokia 6 vem com ecrã Full HD de 5.5", Snapdragon 630, 3GB+32GB ou 4GB+64GB, câmaras de 16MP e 8MP e bateria de 3000mAh.

O preço indicado para o Nokia 7 Plus é de €399; o Nokia 6 começará nos €279 para a versão de 3GB+32GB, com a versão de 4GB a chegar ao mercado mais tarde.


Nokia 1


O Nokia 1 é um modelo de baixo custo cujo principal interesse é o facto de vir equipado com Android Oreo Go Edition; a versão do Android especialmente afinada para modelos com hardware modesto, como é o caso deste smartphone com ecrã de 4.5" (854x480), CPU MediaTek a 1.1GHz, 1GB de RAM, 8GB, e câmara de 5MP. Teremos que passar mais algum tempo com ele para ver o que é capaz de fazer e onde se começam a fazer notar as suas limitações, mas parece-nos que o objectivo deste Android Go é fazer desaparecer do mercado os chamados "feature phones" que se iam posicionando abaixo dos smartphones Android de entrada de gama.

O Nokia 1 chegará às lojas em Abril, com um preço indicado de 69€, havendo ainda capas Xpress-on, vendidas separadamente, com preços a partir dos 7.99€ nas cores Azul, Cinza, Amarelo e Rosa.


Nokia 8810 renovado



A HMD ainda teve espaço para mais uma surpresa: o regresso de um clássico sob a forma do Nokia 8110. O icónico modelo curvo da Nokia com tampa deslizante que no final do século XX se tornou num dos modelos mais desejados por todos (nem que fosse por culpa da ajuda dada por um certo filme chamado "The Matrix".) Este smartphone usa a Qualcomm 205 Mobile Platform e tem acesso a apps como o Google Assistant, Google Search, Google Maps, Facebook, Twitter, Outlook e Gmail (recorrer ao KaiOS e tem autonomia para 17 dias!)

Vai estar disponível em preto e amarelo (Banana Yellow) a partir de Maio, com um preço de referência de €79.

7 comentários:

  1. Acho que podemos estar a assistir a uma das melhores recuperações de marca que já vi.
    Estão com um plano de lançamentos muito interessante, a apostar no suporte aos telefones e a lançar equipamentos bastante atractivos.
    Com a marca que têm e um correcto suporte, acho que ainda pode vir a dar algumas cartas no mercado... A LG que se ponha a toques. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A HMD é finlandesa, criada por ex-funcionários da Nokia. E mesmo que fossem chineses, não tenho visto ninguém a criar melhores smartphones do que estes, à exceção da Apple.

      Eliminar
  2. Podiam era ter incluido o headphone jack no Nokia 8. Santa estupidez. Ao menos nesse aspecto a Samsung está a ser mais esperta. E não é a presença do headphone jack que os impediu de lançar um smartphone com margens reduzidas e colunas stereo.

    ResponderEliminar
  3. A Nokia anda-me a derreter o coração. É de longe a minha marca favorita de telemóveis agora

    ResponderEliminar
  4. A Nokia é uma marca de confiança e isso vale muito mais do que 1 segundo mais rápido em velocidade ou mais um 1MP de câmara que algumas concorrentes possam oferecer. Tenho um dos Nokia novos com Android e a Nokia tem cumprido o que promete.

    ResponderEliminar

[pub]