2018/03/12

Elon Musk diz que foguete "BFR" será lançado já em 2019


Podemos estar ainda a recuperar do fantástico lançamento do Falcon Heavy no início de Fevereiro, mas Elon Musk não abranda no seu plano de estar a enviar carga para Marte em 2022, dizendo que o seu mega foguete BFR será lançado no primeiro semestre de 2019.

Este será aquele foguete que terá o dobro da capacidade do Saturn V que nos levou até à Lua, e que continuará a ser completamente reutilizável, sendo o elemento essencial para que se possa começar a levar a sério a ideia de se colonizar Marte.

O BFR está para o Falcon Heavy aquilo que o Falcon Heavy está para o Falcon 9. Na sua primeira versão, este "monstro" estará equipado com 37 motores Raptor (para comparação, o actual Falcon Heavy usa 27 motores Merlin) e será o primeiro foguete da SpaceX concebido para poder fazer viagens interplanetárias, embora também possa ser utilizado para transporte de ida e volta até à Lua, ou simplesmente para reabastecer e/ou expandir a ISS... elevando até 150 toneladas(!) de carga a cada lançamento.

Embora já se saiba que nem sempre as datas avançadas por Elon Musk sejam realistas, esperemos que neste caso se trate de uma das excepções, e que não aconteça nenhum imprevisto que faça derrapar este mega lançamento... Se este ano tivemos o marco histórico do lançamento do Falcon Heavy, seria merecido que no próximo se repetisse a dose com este BFR!


6 comentários:

  1. Em 2019 não será lançado o BFR (R= rocket) mas sim o BFS (S = ship), ou seja, a parte de cima do BFR.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como esperas que o BFS saia da gravidade terrestre?

      Eliminar
    2. Em 2019 o BFS apenas vai efetuar pequenos voos (hops) que pelo que o Musk disse, vão ser só para cima e para baixo (provavelmente parecido com o Grasshopper). Quase de certeza que não vai sair da atmosfera terrestre. (btw o BFS tem motores que, na teoria, lhe permitem sair da atmosfera e ficar em órbita, mas pelo menos para já, isso não irá ocorrer.

      Eliminar
  2. O vídeo está TOP, mas já alguém se questionou sobre a viagem de regresso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yup, uma das primeiras missões consistirá na instalação de um reator que formará metano e oxigénio a partir de dióxido de carbono e água (reação da sabatier), obtendo combustível para a viagem de regresso.

      Eliminar

[pub]