2018/03/14

MEO aumenta preços de forma dissimulada


Quem pensasse estar numa altura propícia para que os operadores tratassem bem os clientes para os manterem (verdadeiramente) fidelizados, poderá ser surpreendido por nova técnica altamente duvidosa da MEO, que tem estado a aumentar as mensalidades sem informar os clientes.

Os clientes MEO têm estado a verificar que a sua mensalidade aumentou, com valores que vão de 1 euro por mês nos tarifários móveis a quase 5 euros no serviço de TV; sentindo-se enganados por não terem sido informados atempadamente. Aparentemente, a única mensagem que tinham recebido anteriormente foi um SMS a oferecer um aumento do número de minutos no seu tarifário, de 2000 para 4000 minutos, sem qualquer referência ao aumento na mensalidade - aumento esse que só é referido em Março (mas aplicando-se retroactivamente ao mês de Fevereiro).

A página indicada aos clientes para verem as alterações é também um exemplo que parece confirmar que o objectivo é enganar os clientes. Um salto ao meo.pt/NP2018 revela-nos uma página que dá mais destaque aos "prémios e distinções" do operador (como ser "Escolha do consumidor") do que efectivamente informar sobre os nos preços.

Aliás... nem sequer é perceptível que existe um link para uma tabela que efectivamente indica os novos preços - mas, que novamente, para "ajudar" - está em formato PDF!

Se o objectivo era dificultar ao máximo o processo de saber quanto é que a mensalidade iria aumentar, foi plenamente cumprido. E como sempre, nestes casos de alterações, a única alternativa dada ao cliente não é sequer manter-se com as condições inicialmente contratadas, mas sim o habitual "se não estiverem bem, mudem-se!"

... Pois bem, talvez esteja na altura dos clientes MEO começarem a seguir essa recomendação que lhes é dada pelo seu próprio operador...

13 comentários:

  1. aumento esse que só é referido em Março (mas aplicando-se retroactivamente ao mês de Abril).

    Acho que te baralhaste um pouco nos meses

    ResponderEliminar
  2. se isto passa sem ninguem dizer nada e ver o outros a fazer o mesmo se é que ja nao o fizeram.
    a minha factura da nos esta igual

    ResponderEliminar
  3. Estava limitado a meo por causa do ADSL. Agora com o 4g sã Vodafone, e apesar do limite dos 100gb no tráfego vou mesmo mudar . Viva a concorrência
    .

    ResponderEliminar
  4. Não entendo a notícia...

    Essa página existe desde Janeiro e os clientes foram avisados por SMS e por fatura sobre os aumentos em Dezembro.

    Quem reclamou dos aumentos não os teve, mas quem não reclamou teve.

    E o facto de essa página estar assim, foi pelo facto de o site da MEO ter tido modificações a nível de design.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É simples, a informação existente na fatura de dezembro informa que alguns tarifários vão ser alterados ( valor ) passando para o cliente a responsabilidade de ter que saber se o seu tarifário está incluído.

      Deveria ser a própria MEO a dizer "O SEU TARIFÁRIO SERÁ ATUALIZADO". Eu pego nas faturas, vejo o valor e pago, não estou a ler 10 páginas.

      Além disso, agora ainda tenho que pagar para ter a fatura em formato papel. Quando assinei o tarifário a fatura era gratuita.

      O problema está quando as operadoras são livre de alterar à sua vontade e caso repares, nunca alteram de forma a beneficiar cliente.

      Muitos dos cliente só percebem quando vêm alterações nos valores e o prazo para não aceitar deveria ser alargado e não 15 dias.

      Eliminar
    2. "Eu pego nas facturas, vejo o valor e pago, não estou a ler 10 páginas."

      Isso é o mau dos portugueses, não leem tudo!

      Não estou a favor da MEO, acho que a página devia estar mais visível e deviam ter avisado os clientes de outra forma.

      Mas que avisaram, avisaram. Agora já não há nada a fazer.

      Essa página avisa sobre os aumentos de Fevereiro, Abril e de 2019.

      Eliminar
  5. Vão ter que começar a pagar as transmissões dos jogos do porto.

    ResponderEliminar
  6. "A partir de janeiro de 2019 e no início de cada novo ano civil subsequente, aplicar-se-á à mensalidade dos tarifários móveis pós-pagos uma atualização, calculada com base no Índice de Preços no Consumidor conforme publicado em cada ano pelo INE, no valor mínimo de 50 cêntimos, com IVA incluído."

    Ou seja, vão aumentar a mensalidade em 50 cêntimos todos os anos só porque sim! Mas que raio de política de preços vem a ser esta? Fazem o que querem e ninguém diz nada?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está prevista no contrato a possibilidade de aumentar o contrato de acordo com a inflação.

      Eliminar
    2. Sim, mas agora assumem que vão aumentar sempre, no mínimo, 50 cêntimos por ano.

      Eliminar
  7. com empresas vigaristas não vale apena argumentar façam queixa à anacom como eu fiz por este motivo
    quanto mais queixas mais pressão

    ResponderEliminar

[pub]