2018/05/27

Arduino vai lançar placa com FPGA no próximo mês


Depois de ter facilitado o acesso aos microcontroladores, os Arduino querem facilitar o acesso ao mundo das versáteis FPGA com o lançamento do Arduino MKR Vidor 4000 já no próximo mês.

Com os microcontroladores presentes nos Arduino, milhares e milhares de pessoas espalhadas pelo mundo puderam lançar-se no mundo da programação e electrónica, descobrindo que a coisa não era assim tão complicada quanto poderiam pensar. No entanto, existem muitas outras áreas da electrónica por explorar... e é precisamente isso que acontece com as FPGAs.

Tradicionalmente, um Arduino vem equipado com um microcontrolador, um chip que foi concebido, produzido, e que embora possa executar uma sequência "infinita" de instruções que sejam programadas, é um chip estático que fará sempre a mesma coisa. Uma FPGA (Field-programmable gate array) é um "bicho" completamente diferente, pois é um chip cuja estrutura lógica pode ser ela própria programada.

Por exemplo, levado ao extremo (nas FPGAs de maiores dimensões) podemos replicar todo um microcontrolador dentro da FPGA, e ajustar os blocos pretendidos em função do que fosse necessário: por exemplo, se queremos ter mais potência para cálculos matemáticos especifícos, poderemos criar um bloco optimizado para essa operação... que passaria a ser feita à velocidade máxima que o hardware permite, em vez de ser feita através de operações via software, com velocidades bastante mais lentas. E a vantagem é que, como se trata de um chip reprogramável, nada impede que a FPGA se possa ajustar sempre que seja necessário.

Este Arduino MKR Vidor 4000 vem com uma FPGA relativamente modesta (uma
Altera Cyclone 10CL016) com apenas 16 mil elementos lógicos e 504KB de memória; mas será seguramente suficiente para "dar a conhecer" esta tecnologia a todos os que se sentirem curiosos a seu respeito. Também lá encontramos um microcontrolador SAMD21 Cortex-M0, e um módulo com um ESP-32 com WiFi e Bluetooth. O preço deverá situar-se perto dos 60 euros, e o seu lançamento oficial deverá ser acompanhado por um novo editor gráfico que facilite a programação da FPGA.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]