2018/05/23

HTC U12+ vem com 4 câmaras e botões sensíveis à pressão


A HTC tem estado afastada dos seus tempos de sucesso, mas isso não a impede de ir lançando smartphones interessante no mercado, como é o caso do seu mais recente U12+.

O HTC U12+ resiste à moda dos ecrãs full-screen e dos notch, mantendo uma margem (não muito volumosa) na parte inferior e no topo, mas não deixa de apostar num ecrã LCD de 6" Quad HD+ (2880x1440), Snapdragon 845, 6GB de RAM, 64/128GB + microSD até 2TB, câmara dupla atrás (12MP+16MP) e também câmara dupla à frente, bateria de 3500mAh, Android 8 com Google Assistant e Alexa.

Temos também o Edge Sense 2 que continua a apostar nas partes laterais sensíveis à pressão, e que agora chega ao ponto de dispensar os botões físicos na lateral. Continuamos a ter os "ressaltos" dos botões de volume e afins, mas não são botões mecânicos, com a sua actuação a ser confirmada por ligeiras vibrações que tentam simular a actuação tradicional. Uma aposta que remove elementos mecânicos e certamente contribui para o facto de ser resistente à água; e que surge com uma capacidade adicional: ao conseguir detectar como se está a segurar no smartphone, este HTC U12+ consegue evitar a rotação do ecrã para o modo horizontal se detectar que estamos a segurar nele na "vertical".

Demonstrando que a parte da câmara não foi descurada, este HTC U12+ consegue saltar directamente para a segunda posição na tabela do DxOMark, com 103 pontos; posicionando-se acima do Huawei P20 (102 pontos) e S9 Plus (99 pontos), e apenas atrás do P20 Pro com sistema de tripla câmara que permanece no topo da tabela com os seus 109 pontos.

Na Europa este U12 Plus vai custar 799 euros para a versão de 6GB+64GB, sendo que estranhamente parece que não estará disponível a versão de 128GB (cujo preço deveria ir para os 849 euros).

1 comentário:

  1. Isto das câmaras dos smartphones faz-me lembrar as lâminas da gillette, vão sempre aumentando :P

    ResponderEliminar

[pub]