2018/05/24

IBM Verifier transforma smartphones em microscópios super-potentes


A IBM quer transformar os nossos smartphones em máquinas que possam comprovar a autenticidade de todo o tipo de produtos, para isso aproveitando-se das suas câmaras para poderem verificar todo o tipo de materiais ao nível microscópico e espectográfico.

Embora a IBM não tenha avançado com datas ou preços para que o seu IBM Verifier seja disponibilizado no mercado, o sistema recorre a um pequeno adaptador óptico que se coloca na câmara de um smartphone, e que lhe dá uma verdadeira "super-visão" com capacidade de inspeccionar produtos com resolução de microns.

A estas escalas, será relativamente fácil distinguir produtos reais de produtos falsificados - por exemplo, medicamentos - sendo que para além da simples ampliação o sistema também faz uma análise espectográfica do produto (embora não seja explicado se isso é feito através da própria lente - há lentes especializadas para esse efeito, embora tenham preços exorbitantes.)


Uma das primeiras aplicações deste sistema no mundo real será na comercialização de diamantes, onde será utilizada para garantir que cada diamante é legítimo e também servindo como ferramenta para auxiliar na sua classificação.

... Se isto vier a ter um preço acessível, imagino que até pudesse servir também para analisar a pele para alertar para potenciais casos de melanoma; ou averiguar se determinados alimentos estão em condições para consumo; etc. Enfim, mais um pequeno passo no sentido de transformar os smartphones nos "mágicos" tricorders do Star Trek, capazes de fazer tudo e mais alguma coisa. :)


1 comentário:

  1. ya , é uma excelente ideia , os construtores para desafiarem a suposta saturação de mercado têm muito rapidamente de encontrar novas funcionalidades para os nossos dispositivos inteligentes ( smartphones ), e esta é uma excelente ideia, mas existem outras, hoje os nossos equipamentos que usamos para fazer também chamadas, são de facto computadores muito portáteis que poderão ser usados para uma infinidade de tarefas , basta que para tal se use o hardware necessário para tal, nos próximos anos iremos discutir muito mais estas novas funcionalidades do que os notchs desta vida .

    ResponderEliminar

[pub]