2018/06/06

EDP engana utilizadores nas opções do GDPR


O novo regulamento de protecção de dados (RGPD / GDPR) tem obrigado os portugueses a enfrentarem uma overdose de pedidos de consentimento, uns mais simples, outros mais complexos, outros mais originais... mas a EDP destaca-se por enganar os clientes fazendo precisamente o oposto do que estes escolherem.

A EDP tem contactado os clientes para que actualizem as suas preferências e pergunta se estão interessados em receber conselhos personalizados de eficiência energética e, noutra opção, se querem receber informações sobre parcerias e ofertas de lazer (leia-se: publicidade). São opções legítimas que os clientes bem apreciarão...não fosse o pequeno pormenor de estarem a funcionar "ao contrário".


Quando um cliente disser que está interessado em receber conselhos personalizados de eficiência energética, o resultado final indica que não aceita receber essa informação.


Quando o cliente disser que não quer receber publicidade, o resultado final indica que está a aceitar essa publicidade.

Para baralhar ainda mais, a terceira pergunta, referente a receber informações sobre campanhas mesmo após deixar de ser cliente, já não se encontra invertida, permitindo seleccionar correctamente o "sim / não".


Considerando a seriedade do regulamento de protecção de dados, não se esperaria este tipo de erro ("conveniente", diga-se) vindo de uma empresa com a dimensão da EDP - pelo que se espera que o mesmo seja rectificado rapidamente e os clientes afectados sejam informados do sucedido e lhes seja pedido que verifiquem se as opções que escolheram estão correctas.


Actualização: a EDP Comercial já nos contactou dizendo que se tratou de um erro e que neste momento já se encontra corrigido, e que estão a corrigir os registos dos utilizadores afectados (o que de qualquer forma não será fácil de fazer, uma vez que não terão forma de saber se os utilizadores seleccionaram as opções "certas" ou propositadamente "erradas" para que o resultado ficasse certo)... Mais simples seria pedirem aos clientes para verificarem eles próprios as opções...

3 comentários:

  1. Estes deveriam já ser multados exemplarmente para dar um aviso há navegação.

    ResponderEliminar
  2. Também verifiquei isto e a única forma de confirmar é entrar no EDP Online e depois lá mudar as definições... que tristeza.
    Era multa equivalente a 1M€ por cada opção "trocada"! Servia logo de aviso para todos!

    ResponderEliminar
  3. A CNPD já tem formulários novos para reportar este tipo de situações, é fazer uso deles.

    ResponderEliminar

[pub]