2018/06/29

Galaxy Note 9 vai manter design idêntico ao Note 8


A Samsung vai apresentar o novo Galaxy Note 9 a 9 de Agosto mas, como habitualmente acontece, as informações sobre o mesmo vão surgindo com frequência cada vez mais elevada à medida que essa data se aproxima.

Com as memórias do mal-fadado Galaxy Note 7 a já terem sido superadas e praticamente esquecidas, a Samsung tem novamente campo aberto para nos trazer um Galaxy Note livre de preocupações ou associações "explosivas". No entanto, a táctica vai ser - uma vez mais - a de "em equipa ganhadora
não se mexe", apresentando um Galaxy Note 9 que será virtualmente idêntico, em termos estético, ao actual Note 8 - segundo informação de uma pessoa que terá tido acesso a uma unidade de pré-produção.

Isso não invalida, no entanto, que a Samsung tenha aproveitado para corrigir alguns dos pontos mais criticados. O sensor de impressões na traseira, que parecia ter sido apressadamente colocado ao lado das câmaras para "desenrascar" e promovendo a ocorrência de dedadas nas lentes, vai finalmente ser posicionado  numa posição central abaixo das câmaras, onde ficará mais acessível e minimizará a ocorrência desse efeito.


É também referido que o Note 9 parece ser significativamente mais rápido que os modelos actuais, algo que poderá estar a ser conseguido à custa de um novo chip Exynos (nos EUA será equipado com um Snapdragon 845), mas também por via da optimização do interface "Samsung Experience", que conta com animações mais fluidas e rápidas. Sendo que desta vez deveremos ter versões que começam nos 6GB de RAM e 128GB, e subir para versões com 8GB de RAM e 256GB e 512GB - o que desde já faz antever preços que se prolonguem para lá dos 1000 euros...

As câmaras deverão contar com novos sensores Samsung com tecnologia ISOCELL Plus e, a avaliar pelo peso acrescido que se sente ao pegar no Galaxy Note 9, é também de crer que a Samsung tenha "arriscado" em aumentar a bateria para os 4000mAh, significativamente mais que os 3300mAh dos Note 8 (que, compreensivelmente, eram um modelo no qual a Samsung não podia ter qualquer receio quanto a problemas da bateria, devido ao que tinha acontecido com a geração anterior).

No próximo dia 9 saberemos... mas pelo que se pode antever, será "apenas" uma evolução progressiva (melhor CPU, melhor bateria, melhores câmaras, melhor ecrã) que contribuirá para nos trazer o melhor Galaxy Note até à data, mas sem nada que seja realmente "entusiasmante" face aos modelos no mercado - algo que provavelmente só acontecerá no próximo MWC quando a Samsung revelar o seu modelo com ecrã dobrável...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]