2018/08/29

Yahoo (Oath) continua a espiar emails dos utilizadores


Se por um lado temos várias empresas a fazerem esforços para garantir a privacidade dos dados dos seus utilizadores, há outras para quem isso continua a não ser relevante, sendo que a Yahoo - agora Oath em resultado da fusão com a AOL - continua a espiar os emails de todos os seus clientes para recolher dados que são vendidos a anunciantes.

Não era de prever que um subsidiária da Verizon - a Oath - viesse mudar para melhor as velhas práticas do passado, e infelizmente assim se comprova. A Oath continua a espiar e analisar os emails dos seus utilizadores, para determinar todo o tipo de informação que seja considerada de interesse sobre eles. Não será fácil determinar até que ponto é que isso é feito, mas sabe-se que chegava ao ponto de espreitar as facturas enviadas pela Amazon, para saberem que produtos os utilizadores tinham comprado, situação que fez com que a Amazon deixasse de enviar recibos por email com os items detalhados, para impedir este tipo de análise.

É uma posição que contrasta com a que tem sido seguida pelo resto da indústria, sendo que até a Google deixou de o fazer o ano passado, perante as crescentes preocupações com a privacidade e o uso abusivo dos dados recolhidos, e que seguramente se irá fazendo sentir cada vez mais... com o abandono de utilizadores que considerem que estas condições são inaceitáveis actualmente.

Portanto, se usarem um email Yahoo, não se admirem se a internet vos apresentar publicidade sobre todo o tipo de coisas em que estavam "a pensar". Bastará que as tenham mencionando num qualquer email, ou enviado / recebido email de determinadas empresas ou pessoas, assim como tudo o mais que vos for parar à caixa de correio. Até pode parecer magia... até ao momento que se descobre como é que o "truque" é feito.

2 comentários:

[pub]