2018/10/20

Adobe CC Fast Mark revoluciona o rotoscoping


Ao longo dos anos muitas têm sido as ferramentas de edição de imagem e vídeo, capazes de fazer coisas fantásticas, que a Adobe nos tem mostrado no seu Photoshop, Premiere e demais produtos. Este ano, volta a fazê-lo.

Na Adobe MAX 2018 pudemos ver mais uma série de novidades e melhorias que as ferramentas da Adobe permitem fazer, e que são de nos deixar de queixo caído.

O Project Fast Mask será do agrado de todos os que já tiveram a tarefa de recortar imagens de modo a destacar um objecto ou pessoa do resto do cenário. É uma tarefa habitual para aplicar todo o tipo de efeitos, mas que é incrivelmente chata e trabalhosa, especialmente em sequências de vídeo, por ter que ser feita manualmente - mesmo existindo ferramentas que tentam auxiliar isso. Com o Fast Mask isso poderá tornar-se uma coisa do passado, pois este sistema da Adobe parece ser capaz de fazer "o impossível": recortar a pessoa mesmo em condições que tradicionalmente seriam bastante complicadas (fundos com texturas complexas, iluminação deficiente, objectos a tapar parcialmente o sujeito a recortar, etc.)



Mas as coisas não se ficam por aí: temos também o Project Good Bones, que facilita a manipulação de objectos vectoriais e a sua animação:



Ou ainda o Moving Stills, que transforma uma imagem 2D numa imagem 3D.



E, para demonstrar que nem só de imagem vive a Adobe, o Project Kazoo, facilita a criação de música a partir da voz.


E podem encontrar mais exemplos fantásticos no site do Adobe MAX 2018.

1 comentário:

[pub]