2018/10/18

Epson bloqueia uso de tinteiros não oficiais através de actualização "de segurança"


Quando se pensava que os fabricantes de impressoras já teriam aprendido a lição graças ao caso da HP, eis que a Epson volta a recorrer à mesma táctica, lançando actualizações "de segurança" que na verdade tinham como propósito impedir a utilização de tinteiros não oficiais.

É compreensível que os fabricantes de impressoras queiram que os seus clientes comprem tinteiros oficiais, já que é aí que têm o maior lucro (e não na venda das impressoras em si). Por outro lado, estarão também conscientes de que lançar uma impressora que exija a utilização de tinteiros oficiais fará com que os consumidores optem por comprar outra impressora que lhes permita essa liberdade de escolha - mesmo que continuem a utilizar apenas tinteiros oficiais. Daí o recurso a tácticas mais obscuras...

A Epson disponibilizou actualizações para as suas impressoras, que estavam identificadas como sendo actualizações de segurança, cujo principal objectivo era impedir a utilização de tinteiros não oficiais. Algo que a HP também já tinha tentado fazer, sendo posteriormente obrigada a voltar atrás, perante a chuva de críticas que se seguiu... e que seguramente voltará a acontecer neste caso da Epson.

Parece ser difícil para alguns fabricantes perceber que têm mais a ganhar em atrair clientes com "mel", do que tentar forçá-los "à paulada" a usarem os seus produtos. Se os tinteiros oficiais tivessem preços bastante mais acessíveis (e não há motivo para que não o tenham), os utilizadores não se sentiriam tentados a procurar alternativas mais baratas - algo que só fazem por considerarem exorbitantes os preços dos tinteiros oficiais. E com tácticas encapotadas como estas, só conseguem fazer com que: estes clientes nunca mais comprem uma impressora Epson durante o resto da sua vida; e nunca mais apliquem uma actualização de software nas mesmas - mesmo que até se pudesse tratar de uma actualização legítima para resolver um problema de segurança real.

5 comentários:

  1. Ao longo dos anos só tenho tido impressoras Epson e nunca tive qualquer problema, mesmo com tinteiros de marca branca. Mas há pouco tempo vi um documentário sobre obsolescência programada em que mostravam uma impressora da Epson que tinha um chip que contava o número de impressões e que quando atingia um determinado número bloqueava. Supostamente o chip serve para impedir derrames de tinta já que as impressoras a jacto de tinta têm uma esponja no fundo que pode ficar saturada. Na prática é apenas um estratagema para levar o consumidor a pensar que a impressora está estragada e que tem de comprar uma nova...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...em vez de terem preparado o equipamento de forma a permitir a troca dessa esponja por parte do utilizador.
      Não têm desculpa.

      Eliminar
    2. já em 2005 havia uma impressora epson no escritório, daquelas low-cost que se fartou de trabalhar, quase sempre com tinteiros reciclados e sempre sem grandes queixas, até que simplesmente parou uma impressão a meio e apareceu uma notificação no ecra a dizer que atingiu o limite de operabilidade da impressora e nunca mais funcionou, nem deu voltou a dar qualquer mensagem de erro e estava a trabalhar perfeitamente.

      Esta semana comprei 2 tinteiros reciclados para uma hp F4580 e rejeitou-me o preto. Esteve quase a voar pela janela, não fosse o trabalho de ter de apanhar os cacos. Por causa disso, HP e Epson não voltam e entrar em casa

      Eliminar
  2. Ah.... uma impressora HP 1220 A3, quase sempre tambem a tinteiros reciclados e por causa das limpezas constantes, um dia, a mudar de sítio verteu muuuuita tinta dessa esponja e sujou o escritório todo. Uma limpeza rápida resolveu o assunto e ainda trabalhou muito depois disso.

    ResponderEliminar
  3. Uma hp photosmart 7520, comprava-se os tinteiros XL, duravam cerca de 2 meses, os tinteiros se não tivessem uso deixavam de imprimir depois da data de validade deles passar-porque por alguma razão eles precisam de uma data de validade após a qual a impressora se recusa a puxar tinta deles-deixava de imprimir a preto quando faltava uma porra qualquer que era para imprimir fotos, metia-se tinteiros novos e ela dava erros na deteção desses tinteiros...Comprei pela primeira vez um tinteiro reciclados (andava com medo daquelas histórias antigas que depois as impressoras ficavam inutilizadas se não se usasse tinta original), não na versão XL mas na versão mais pequena, desativei a leitura do chip do tinteiro nas definições da impressora (que aparentemente não faz nada pois ela continua a obter as mesmas informações), mesmo não sendo XL está no 4º mês de impressão e sem stress.
    Outra nota, existem umas impressoras mais antigas de marcas menos conhecidas (geralmente para trabalho de escritório/profissional), que saem por vezes mais baratas do que estas impressoras mais conhecidas, têm tinteiros baratos e capacidades de impressão na ordem das 20000 páginas ou mais. É certo que é equipamento de escritório mas deixa a desejar sobre o que é que marcas como HP e EPSON, entre outras, andam realmente a tentar "impingir"

    ResponderEliminar

[pub]